Data: 18/04/2013 09:50 / Autor: Redação

Rogério Amato repercute decisão do Copom Taxa Básica de Juros/Selic


“Ao elevar a taxa SELIC para 7,5%, com aumento de 25 pontos percentuais, o COPOM parece ter procurado sinalizar sua disposição de atuar para conter a alta da inflação, embora de forma gradual, considerando que a economia ainda não apresenta sinais de reativação, conforme mostraram os dados do IBGE relativos à produção industrial e as vendas do varejo em fevereiro.

O importante agora será conhecer a Ata da reunião, que deverá dar sinalizações mais claras sobre o movimento futuro das taxas de juros. De qualquer forma, parece indispensável que o governo procure utilizar a política fiscal como instrumento adicional para o controle da inflação, para evitar que o Banco Central seja obrigado a apertar a política monetária”, diz ROGÉRIO AMATO, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), sobre a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), desta quarta-feira (17/04/13), que elevou  a Taxa Selic para 7,5% ao ano. 

Comente aqui