Data: 20/10/2020 18:41 / Autor: Redação / Fonte: Sesc

Retomada gradual contempla exposições, bibliotecas e exibição de filmes no Cinesesc

Sesc Santo André amplia serviços com visitas a exposição “Entre Bordas: sons que escapam” e biblioteca


Exposição “Entre Bordas”, no Sesc Santo André
Exposição “Entre Bordas”, no Sesc Santo André

Crédito: Letícia Gouveia

O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma escala de cinco etapas do Plano São Paulo do Governo do Estado, permitiu ao Sesc SP ampliar a retomada gradual de suas atividades presenciais. Entre os serviços disponíveis, estão a abertura de nove exposições na cidade de São Paulo, Santo André, São Caetano, Santos e Taubaté - quatro delas inéditas -, o acesso às bibliotecas para devolução e retirada de títulos em todos os municípios que estão na Fase Verde, e o retorno das sessões do CineSesc. Todas as atividades mantêm protocolos específicos para operação segura, mesmo cuidado dos serviços iniciados em agosto deste ano (odontologia, ginástica multifuncional e Comedorias). Como regra geral, se mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras e o distanciamento. Todas as unidades dispõem de álcool gel 70% nos locais de circulação e mantêm sinalizações com orientações de segurança e rígidos processos de higienização de ambientes.

Para Danilo Miranda, Diretor do Sesc São Paulo, “É o momento de darmos mais um passo na direção da ampliação desse atendimento presencial, em consonância com as metas estabelecidas pelo plano de retomada do governo do estado. Dessa maneira, passamos a disponibilizar ao público nosso programa de bibliotecas, ainda que de maneira parcial, a visitação às exposições e a exibição de filmes no CineSesc. O Sesc trata essa retomada com bastante cuidado e observando atentamente os protocolos sanitários necessários para a segurança de funcionários e do público visitante”.

ENTRE BORDAS: SONS QUE ESCAPAM

Na Grande São Paulo, ainda no dia 20, o Sesc Santo André abre a exposição Entre Bordas: Sons que Escapam. A segunda edição do projeto reúne artistas do ABC que tratam da sutileza sonora da quietude, do poder enunciativo do que é som em potencial. A exposição “sons que escapam” visa homenagear o músico e performer John Cage, com o tema central sendo o silêncio, nele, os sons do mundo ficam mais audíveis, como na obra 4'33'' do músico.

A mostra, com curadoria de Paula Braga (UFABC) traz obras dos artistas Paulo Nenflídio, Sandra Cinto, Thomaz Rosa, Renan Marcondes e Bruno Kurru. A visitação acontece com agendamento prévio em pequenos grupos de terça a sexta, às 18h30 ou às 19h30; e aos sábados, às 11h.

OUTRAS EXPOSIÇÕES

Os destaques dessa segunda etapa da retomada gradual das atividades são as duas exposições inéditas que abrem no dia 20 no Sesc Pompeia: FARSA. Língua, fratura, ficção: Brasil-Portugal, na área de convivência da unidade. A mostra tem curadoria de Marta Mestre e Pollyana Quintella (curadora-adjunta), e reúne cerca de 150 obras produzidas a partir da década de 1960, de artistas do Brasil e de Portugal, em sua maioria mulheres, que trabalham com diferentes suportes, como colagens, poesias visuais, objetos e instalações, que refletem sobre as relações entre linguagem, arte, poesia, política, discriminação e questões de gênero em contextos coloniais.

Na mesma data, o galpão da unidade Pompeia recebe Kader Attia - Reparos Irreparáveis, individual do artista franco-argelino, com curadoria de Carolin Köchling. O artista tem seu trabalho voltado para questões históricas, sociais e de identidade, em contextos de opressão, violência e processos descoloniais.

No dia 15, o Sesc Bom Retiro abriu a mostra Caipirismo: José Antonio da Silva e Jocelino Soares, com uma seleção de 55 pinturas desses dois artistas que passaram boa parte de suas vidas no interior paulista, na cidade de São José do Rio Preto. A curadoria é de Odécio Visintin Rossafa Garcia e Romildo Sant'Anna.

Além das quatro exposições inéditas, em 19 de outubro chega à capital paulista a exposição Perambular. Composta por brinquedos, palavras e coisas que perambulam entre o Brasil, Portugal e o Atlântico, a mostra itinerante, que já esteve nas unidades de Jundiaí e Bauru, agora pode ser visitada no Sesc Carmo. Brincadeiras com palavras, poesias, quadrinhas, vídeos e sons mostram a poesia dos escritores Selma Maria e José Santos, o que eles pesquisaram em quase dez anos da cultura portuguesa continental e de suas ilhas.

O Sesc Taubaté também recebe uma exposição itinerante, #OcupaSacy - originalmente montada no Sesc Interlagos, na cidade de São Paulo - faz sua estreia no interior do estado no dia 27 de outubro. Voltada principalmente para o público infanto-juvenil, a mostra que tem curadoria de Rudá K. Andrade e contribui para o estabelecimento de uma relação direta com a arte e o folclore brasileiro

Exposições que estavam em cartaz antes da pandemia, também voltam a receber visitantes, como Pasteur, o Cientista, no Sesc Interlagos, que conta a história de vida e os feitos do pesquisador francês Louis Pasteur. Com curadoria de Eric Lapie e Astrid Aron, curadoria científica de  Maxime Schwartz e curadoria nacional de Juliana Manzoni Cavalcanti e Vanessa Pereira Mello (Fiocruz), a mostra apresenta as descobertas do cientista desde a solução de um enigma químico - cristais de ácido do vinho aparentemente iguais reagiam à luz de forma diferente - até a vitória contra a raiva, doença até então incurável.

Sala de Estar também volta a receber o público a partir do dia 21 de outubro, no Sesc São Caetano. Com curadoria de Valquiria Prates, a exposição propõe um olhar sobre o acervo de arte do Sesc São Paulo a partir de uma curadoria compartilhada com o público e de uma experiência de convívio com obras de arte: como uma Sala de Estar.

O Sesc Santos também reabre, no dia 20 de outubro, a exposição itinerante, (Re)Inventar – Artistas Criadores, que reúne obras de 33 artistas populares – sendo duas do Acervo Sesc de Arte e a grande maioria do Museu Casa do Pontal (RJ). Com curadoria de Angela Mascelani, a mostra apresenta trabalhos de artistas populares de Pernambuco, Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

Para a visitação, além do agendamento prévio online, foi estabelecida a redução de capacidade de entrada nos espaços expositivos, com até cinco pessoas para cada 100 m2, com distância mínima de 2 metros entre os visitantes. Os detalhes sobre os protocolos de visitação para todas as exposições em cartaz e links para agendamento de visitas estão em sescsp.org.br/exposicoes.

CINESESC DE VOLTA

Fechado desde março, o CineSesc reabre suas portas na próxima quinta-feira, dia 22/10, seguindo todos os protocolos de sanitização e segurança recomendados pela Prefeitura e Governo do Estado de São Paulo. A unidade funcionará inicialmente em horário reduzido, de segunda a domingo, das 17h às 20h, com sessão única às 18h, lotação máxima de 30% da capacidade da sala e oferta de assentos respeitando a distância entre os espectadores. A higienização do ambiente será realizada cuidadosamente a cada exibição. O acesso à unidade será permitido após aferição de temperatura do público. Totens com álcool gel 70% também estarão disponíveis e o uso de máscara é obrigatório para entrada e permanência no local.

Na reabertura, o CineSesc exibe o clássico italiano "Os Boas Vidas" (1953), de Federico Fellini. Em Rimini, uma pequena cidade italiana, Moraldo, Alberto, Fausto, Leopoldo e Riccardo formam um grupo que nada mais faz do que passar o seu dia-a-dia em farras e conquistas amorosas. São sustentados pelos pais e não têm vontade nenhuma de trabalhar. No entanto, esse modo de vida acaba para Fausto quando engravida a irmã de Moraldo e, às pressas, é obrigado a casar. O filme fica em cartaz de 22 a 28/10. Classificação indicativa 14 anos.

Vale lembrar que a unidade reabre apenas para a exibição de filmes. Café, bar e Loja Sesc permanecem fechados. Os ingressos para as sessões serão vendidos exclusivamente pela internet, através do site sescsp.org.br/cinesesc.

BIBLIOTECAS

O Sesc SP disponibilizará, para esse período específico, seleções de livros do acervo, com curadoria das equipes das bibliotecas. Neste momento, o público não terá acesso ao acervo completo, e a iniciativa visa facilitar a escolha do usuário.

O ponto comum entre as curadorias, será a presença de livros clássicos, desde aqueles voltados para todos os públicos até para crianças e jovens. Assim, autores como Machado de Assis, Clarice Lispector, Pedro Bandeira, Ziraldo, Agatha Christie, George R. R. Martin, Ana Maria Machado, Carolina Maria de Jesus, Angela Davis, Jorge Amado, Mário de Andrade, Tatiana Belinky, J.K. Rowling, entre outros.

Leitores e leitoras, tanto com credencial plena como não credenciados, serão atendidos mediante agendamento prévio gratuito, via sistema de bilheteria online.

A retomada será iniciada no dia 27 de outubro, para as bibliotecas alocadas nas unidades dos municípios que estão na Fase Verde. Estão suspensas atividades presenciais, como leitura de livros e periódicos no local, o serviço fica restrito a retirada e devolução. Os livros devolvidos ficarão em quarentena por 48 horas.

O serviço BiblioSesc, que leva bibliotecas circulantes para as regiões de Osasco, São Caetano, Santana, Campo Limpo, Interlagos e Itaquera, muda de formato e passa a ser oferecido dentro das unidades.

RETOMADA COMEÇOU EM AGOSTO, COM ODONTOLOGIA E ATIVIDADES FÍSICO-ESPORTIVAS

Ao final de agosto, cinco meses após a suspensão majoritária do atendimento presencial nas unidades, o Sesc São Paulo anunciou uma parcial e gradativa retomada, com um número restrito de atividades, dirigidas a pacientes das Clínicas Odontológicas cujos tratamentos foram interrompidos pela pandemia e aos alunos que já estavam inscritos nos cursos de Ginástica Multifuncional, Práticas Corporais e Corrida. Agora, com a transição para a fase verde, esses serviços foram ampliados.

ODONTOLOGIA

A partir de 19 de outubro, será ampliada a grade de horários: novo horário de funcionamento das clínicas e unidades móveis, como regra geral, de terça a sexta, das 8h às 21h e aos sábados, das 9h às 14h.  As exceções são: Florêncio de Abreu e Santos: de segunda a sexta das 8h às 21h;  Itaquera e Interlagos: de terça a sábado das 8h às 16h; Presidente Prudente: de terça a sexta, das 11h às 20h e aos sábados, das 9h às 14h; Osasco: de terça a sexta, das 13h às 21h e aos sábados, das 9h às 14h.

ATIVIDADES FISÍCO-ESPORTIVAS

O Sesc São Paulo passa a oferecer novo período de funcionamento e extensão da grade de horários: de segunda ou terça a sexta-feira, das 8h às 12h e 17h às 21h e aos sábados, das 10h às 14h, observando os dias e horários de funcionamento de cada unidade. As unidades que não oferecem atividades físico-esportivas no período manhã, poderão ampliar em até duas horas o horário do atendimento atual. Os cursos de ciclismo e triatlo (sem atividades na piscina) serão retomados no período.

Para agendar seu horário, os alunos devem acessar a Central de Relacionamento Digital do Sesc São Paulo, em que estará disponível a grade de atividades de cada unidade – que contempla intervalos maiores para a limpeza que ocorrerá entre as aulas ou entre as utilizações, garantindo a segurança na ocupação posterior desses espaços.

O Sesc São Paulo retoma os serviços de vestiários. O espaço estará disponibilizado apenas aos alunos e alunas de prática de atividades físico-esportivas para banho e guarda-volumes no período de aula.

COMEDORIAS

O serviço está limitado aos credenciados Sesc na categoria Plena e seus dependentes, mediante agendamento online. Inicialmente, nove Comedorias da rede foram reabertas: 24 de Maio, Pinheiros, Pompeia, Belenzinho, Carmo, Santo André, Guarulhos, Campinas e Santos. Os horários e cardápios estão disponíveis na Central de Relacionamento Digital do Sesc São Paulo e no aplicativo Credencial Sesc SP, disponível no Google Play e App Store, sempre a partir das 13h30 do dia anterior. Às sextas, já é possível realizar o agendamento para o próximo dia de funcionamento da semana seguinte. Cada pessoa pode agendar apenas um horário ao dia. Os horários são disponibilizados em ciclos de 45 minutos: 11h/11h45/12h30/13h15/14h. O serviço oferecido é o de Prato Porcionado, composto por salada, uma opção de prato principal, guarnição arroz e feijão. O autoserviço por peso está suspenso. Há orientação para que o visitante só retire a máscara quando estiver à mesa e é necessário que a máscara seja guardada em uma embalagem adequada. Não é permitido deixá-la sobre a mesa ou pendurada na cadeira. As lanchonetes e cafeterias seguem fechadas.

#EMCASACOMSESC

Durante as fases mais críticas da pandemia, o Sesc SP aprimorou sua participação no ambiente virtual. A série #EmCasaComSesc, nas linguagens de Música, Teatro, Dança, Crianças e Esportes, teve início em abril com um conjunto de transmissões ao vivo, realizadas a partir da casa dos artistas convidados. Em outubro, a série entra em nova fase, com transmissões realizadas diretamente dos palcos das unidades do Sesc, ainda sem a presença de público e em acordo todos os protocolos de segurança. Com a mudança, o Sesc São Paulo passa a acolher apresentações com formações maiores, que contarão com os recursos do palco para uma realização de melhor qualidade. O formato híbrido, com a manutenção das transmissões no ambiente domiciliar, permite que a série continue oferecendo encontros com artistas de outros estados ou em condições de maior vulnerabilidade ao coronavírus. Ao mesmo tempo, ao abrir as portas dos palcos, dá-se oportunidade a mais profissionais para realizarem seu trabalho.

ESTACIONAMENTO

As unidades que possuem estacionamento já contam com sistema automatizado para emissão e pagamento de tíquetes, ou seja, sem contato manual. A oferta será de 50% das vagas, sempre intercaladas.

CREDENCIAL PLENA

As pessoas que trabalham com registro em carteira profissional nos setores de comércio, serviços e turismo, que estagiam, jovens aprendizes, as que atuam de forma temporária, as pessoas desempregadas há até 24 meses e as que se aposentaram nessas áreas, podem fazer a Credencial Plena do Sesc e ter acesso a toda programação. Saiba +

+ SESC NA QUARENTENA

Desde o final de agosto, cinco meses após a suspensão majoritária do atendimento presencial nas unidades, o Sesc São Paulo anunciou uma parcial e gradativa retomada, com um número restrito de atividades, dirigidas aos alunos que já eram inscritos nos cursos de Ginástica Multifuncional, Práticas Corporais e Corrida, além de pacientes das Clínicas Odontológicas cujos tratamentos foram interrompidos pela pandemia. Todas essas atividades serão previamente agendadas, visando restringir a circulação de público no interior das unidades. Todas as 40 unidades do estado darão início a essa retomada gradual, à medida que os municípios em que estão instaladas atinjam a classificação necessária para reabertura, estabelecida pelo Plano São Paulo do Governo do Estado, e em conformidade com as regulações municipais.

Paralelo à retomada gradual de alguns serviços presenciais, a instituição segue oferecendo um conjunto de iniciativas on-line, que garantem a continuidade de sua ação sociocultural nas diversas áreas em que atua. Pelos canais digitais e redes sociais, o público pode acompanhar o andamento dessas ações e ter acesso a conteúdos exclusivos de forma gratuita e irrestrita. Confira a programação e fique #EmCasaComSesc.

Comente aqui