Data: 19/11/2018 12:46 - Alterado em: 27/10/2021 13:53 / Autor: Redação / Fonte: Itaú Cultural

Programação musical no Itaú Cultural

Iara Rennó, Virgínia Rodrigues, Salloma Salomão e Grupo Bongar se apresentam ao vivo no Palco Virtual de música


Iara Rennó
Iara Rennó

Crédito: José de Holanda

De 28 a 31 de outubro (quinta-feira a domingo), sempre às 19h, com exceção do domingo, às 18h, a música integra a programação da série Palco Virtual, do Itaú Cultural, com quatro shows ao vivo e on-line. No primeiro dia, os multi-instrumentistas do Grupo Bongar mostram seus principais sucessos através dos ritmos, arte e espiritualidade da cultura afro-brasileira. No dia seguinte, o músico e ator Salloma Salomão apresenta músicas inéditas e sucessos de um repertório pautado pela realidade sociocultural e política do Brasil. No sábado, a cantora Virgínia Rodrigues canta, na íntegra, as canções do disco de sua nova turnê. Para encerrar a programação, no domingo, a compositora Iara Rennó intercala seu repertório entre músicas inéditas e importantes obras de sua carreira.

Com acessibilidade em libras, as apresentações acontecem via Zoom. Os ingressos são gratuitos e já podem ser reservados pela plataforma Sympla – confira o link em www.itaucultural.org.br.

Na apresentação da quinta-feira, 28, o Grupo Bongar toca grandes sucessos presentes nos seis discos autorais, entre eles Festa pra Ogum, Com Dendê, Encomenda e Chão Batido, Coco Pisado. Formado por jovens que reúnem em si os festejos tradicionais do terreiro Xambá, do Quilombo Urbano do Portão do Gelo, em Olinda (PE), o grupo é conduzido pela musicalidade da cultura afro-brasileira.

Para além das músicas e da dança, o show também é uma oportunidade para conhecer e compreender a formação histórica e cultural dessa comunidade e a religiosidade do seu povo. Arte, espiritualidade e ritmo forte são palavras-chaves no contexto do Bongar, que já foi selecionado para o programa Rumos Itaú Cultural, resultando na produção e no lançamento do disco Ogum lê! (2017).

Na sexta-feira, também às 19h, é a vez do músico, educador, ator e dramaturgo Salloma Salomão se apresentar no Palco Virtual. Com o show titulado Salloma Salomão 6.0 M’Banzo do Futuro II, o compositor mineiro reflete sobre a inversão sociocultural e política ocorrida no Brasil, suas experiências criativas ao longo da vida e aborda sentimentos ligados à pandemia. 

Com 11 canções autorais, entre elas as inéditas Mensagem aos Terráqueos e Talita Há de Vir Amanhã, Salomão toca acompanhado do guitarrista Guilherme Braz, do percussionista Manoel Trindade, do tecladista Fábio Leandro e do saxofonista Denys Felipe. Pesquisador de culturas da afro-diáspora nas Américas, o artista tem como principal característica o diálogo com a juventude sobre valores primordiais da existência humana, coabitação e perspectivas de futuro.

Final de semana   

A noite de sábado fica por conta da cantora Virgínia Rodrigues, que apresenta, a partir das 19h, as músicas do seu mais recente disco. Cada Voz é uma Mulher (2019) é o sexto álbum da artista baiana, que faz uma construção de diálogos com compositoras de países de língua portuguesa, como Brasil, Portugal, Cabo Verde, Moçambique e Angola. Entre as artistas que colaboraram com o disco estão Sara Tavares, Mayra Andrade, Aline Frazão, Lena Bahule e Luedji Luna.

Considerada pela pelo jornal The New York Times como uma das mais impressionantes cantoras que surgiu do Brasil nos últimos anos, Virgínia possui seis álbuns e já realizou apresentações em países como Marrocos, França, Inglaterra e Alemanha.

Encerrando a programação musical no domingo, às 18h, Iara Rennó apresenta as canções de seu álbum Pra Te Abraçar (2020), intercalando-as com hits de seu repertório, além de mostrar algumas músicas inéditas e interpretações exclusivas. Destaque para Virá, composição que fez com em parceria com a cantora Céu, e as representações de Tara e Ritmo da Moçada, do compositor Negro Leo.

É na pluralidade que Iara Rennó afirma sua singularidade. Nascida em uma família de artistas Iara começou a cantar com a mãe, Alzira E, e foi vocalista na banda do cantor e compositor Itamar Assumpção por três anos.

Sobre os artistas

O Grupo Bongar é composto por jovens que reúnem em si os festejos tradicionais do terreiro Xambá e que transformaram o brinquedo de seus ancestrais em um novo caminho para o reconhecimento das raízes negras e indígenas do povo de terreiro. Palavras-chaves do trabalho do grupo são arte, espiritualidade e ritmo forte. Tem uma musicalidade forte de diversas influências, vivenciadas nos cultos afro-brasileiros, principalmente da linhagem Xambá. Os integrantes do grupo trabalham essa musicalidade desde a infância, ouvindo os mais velhos e aprendendo com eles os toques, as loas e as danças, durante as festas da Casa Xambá.

Salloma Salomão é compositor, educador, ator, dramaturgo auto-formado e socialmente construído. Dialogando de forma tensa com a produção artística e cultural hegemônica, criou uma obra que se estende dos dias atuais ao início dos anos 1980. Tem sete discos gravados, três DVDs, textos publicados em revistas e livros impressos e meios digitais. Entre seus trabalhos mais recentes estão a participação na peça premiada Gota D’Água Preta (2018-2020), autoria do musical Agosto na Cidade Murada (2018) e atuação projeto teatral Fuzarka dos Descalços, do Coletivo dos Anjos

Virgínia Rodrigues é uma cantora e compositora baiana que teve seu primeiro disco lançado em 1998. Sol Negro contou com as participações de Gil, Milton Nascimento e Djavan. Seu segundo álbum, Nós (2000), homenageia os blocos afros de Salvador e teve produção artística de Caetano Veloso. A parceria com Caetano continuou e o terceiro disco, Mares Profundos, foi sucesso no exterior em 2004. Quatro anos depois, lançou Recomeço (2008), e em 2015, o quinto disco, Mama Kalunga. O mais recente trabalho é Cada Voz é uma Mulher (2019), que teve sua turnê interrompida pela pandemia da Covid19, mas que retomou em 2021.

Iara Rennó é cantora, instrumentista, produtora, performer, artista visual, poeta, produtora e diretora musical. Compositora, tem mais de 100 músicas gravadas por grandes nomes da música brasileira, como Elza Soares, Ney Matogrosso, Gaby Amarantos, Jaloo, Ava Rocha, Virgínia Rodrigues e Lia de Itamaracá. Sua discografia é composta por Iara (2013), Flecha (2016), Arco (2016), Iaiá e os Erês (2018), Macunaíma Ópera Tupi (2019), AfrodisíacA (2020) e Pra te Abraçar (2020). 

SERVIÇO:

Grupo Bongar
Dia 28 de outubro (quinta-feira)
Às 19h

Classificação indicativa: livre
Duração: 60 minutos
Em plataforma Sympla/Zoom
Capacidade: 270 ingressos 

Reserva de ingressos pela plataforma Sympla: https://www.sympla.com.br/grupo-bongar__1359198 

Salloma Salomão
Dia 29 de outubro (sexta-feira)

Às 19h 

Classificação indicativa: livre

Duração: 60 minutos
Em plataforma Sympla/Zoom
Capacidade: 270 ingressos 

Reserva de ingressos pela plataforma Sympla:

https://www.sympla.com.br/salloma-salomao__1359214 

Virgínia Rodrigues
Dia 30 de setembro (sábado)

Às 19h 

Classificação indicativa: livre

Duração: 60 minutos
Em plataforma Sympla/Zoom
Capacidade: 270 ingressos 

Reserva de ingressos pela plataforma Sympla:

https://www.sympla.com.br/virginia-rodrigues__1359220

Iara Rennó
Dia 31 de outubro (domingo)

Às 18h

Classificação indicativa: livre

Duração: 60 minutos
Em plataforma Sympla/Zoom
Capacidade: 270 ingressos 

Reserva de ingressos pela plataforma Sympla:

https://www.sympla.com.br/iara-renno__1359227


Comente aqui