Data: 13/10/2020 13:19 - Alterado em: 19/05/2022 17:06 / Autor: Redação / Fonte: Itaú Cultural

Programação do IC para Crianças do Itaú Cultural

Atividades online e presenciais, dedicadas às crianças e famílias, se mesclam no fim de semana do Itaú Cultural


Este final de semana tem novo episódio da segunda temporada do IC para Crianças, no sábado, 21, a partir das 11h, no site e Youtube da organização. Nos mesmos canais, está disponível, até 29 de maio, a peça Plural, da Cia de Teatro Nu Escuro. Ela foi criada a partir de relatos de familiares dos integrantes da companhia, criando um diálogo entre o factual e a ficção, para falar de mulheres que migraram principalmente de Minas Gerais para Goiás em busca de uma vida melhor. A narrativa se utiliza de canções, bonecos e brincadeiras para contar essa história para crianças a partir dos relatos da personagem Maria.

No presencial, o público confere a série de apresentações do Arte na Rua, com as Inigualáveis Irmãs Cola, uma dupla de gêmeas malabaristas de Ribeirão Preto. As intervenções acontecem ao longo do mês, sempre aos domingos, na calçada da organização, com entradas às 13h e 15h.

IC para Crianças

Nesta temporada, crianças e famílias brasileiras estão no mundo do teatro. Com a atriz Jessica Nascimento, o público se aprofunda em processos lúdicos de criação de bonecos, cenários e figurinos, para compor uma pequena história autoral feita por cada participante. No vídeo desta semana, ela constrói uma mini tenda de circo, em uma homenagem a essa arte.

O projeto IC para Crianças é desenvolvido pelo Núcleo de Educação e Relacionamento da organização. Criado no início da pandemia para atender a demanda dos pequenos em casa. Hoje, ele é uma ferramenta acessível e democrática, que pode ser acessada por crianças de qualquer lugar do Brasil. Todos os episódios podem ser assistidos no Youtube do Itaú Cultural, incluindo a temporada anterior, dedicada ao circo.

Palco Virtual

Plural é uma trama tecida pelas histórias de uma menina chamada Maria. Suas primeiras recordações remetem aos seus sete anos, enquanto sua avó fritava bolos de polvilho. A narrativa segue costurando memórias, fiando o universo rural ao urbano, bordando histórias vividas e sentidas, com seus encantos, medos, violências, coragem, lamentos e alegrias. Uma trama que tenciona o drama e a poesia, o trágico e o humor.

A história foi criada a partir de relatos dos familiares da Cia de Teatro Nu Escuro, criando um diálogo entre o factual e a ficção, para falar de uma parcela de mulheres que migraram principalmente de Minas Gerais para Goiás na promessa de melhoria de vida. São mulheres rurais, com identidades negras, indígenas e brancas. A dramaturgia foi concebida através de histórias e lembranças de mulheres que vivenciaram estas questões: Dona Lia, Dona Joaquina e Dona Vanilda, mães, respectivamente, de Izabela Nascente, Abilio Carrascal e Lázaro Tuim, atores da companhia. Por meio destas três mulheres com vidas tão parecidas e, ao mesmo tempo, tão distintas, a história da protagonista Maria foi construída.

Para o espetáculo foram confeccionados bonecos forrados de tricô e crochê, assim como os figurinos e cenários, com a intenção de criar um universo feminino, lúdico e poético que retrate o ambiente rural. A linguagem do vídeo aparece como um contraponto ao universo popular, as projeções de imagens (vídeo mapping) sobrepostas ao cenário, aos bonecos e aos atores/manipuladores, criam texturas e efeitos que dialogam com a cena.

Outro ponto importante do espetáculo foi a rica pesquisa corporal desenvolvida, que teve o objetivo de aprofundar a interação entre o boneco e o manipulador, em que o ator explora seu corpo a serviço da animação do inanimado. Atores e atrizes que também cantam, dançam e tocam cantigas populares junto com os bonecos, como em uma brincadeira em que as linguagens cênicas do teatro de animação, músicas ao vivo e projeções de vídeos se cruzam em um calidoscópio infantil.

Arte na Rua

As Inigualáveis Irmãs Cola - Thais e Tatiana Cola -, gêmeas malabaristas de Ribeirão Preto, desconstroem conceitos ultrapassados, além de cativar todo o público com esse espetáculo que explora o mundo do malabarismo através de números contemporâneos e experimentais. Elas criam uma tensão durante a apresentação, prometendo proporcionar ao espectador um êxtase de alegrias e risadas, se desafiando a tornar o show cada vez mais impressionante, emocionante e difícil.

SERVIÇO:

IC para Crianças

Dia 21 de maio, às 11h

Em www.youtube.com/itaucultural

Classificação: livre

Palco Virtual: Plural

Até 29 de maio

Duração: 54 minutos

Em www.youtube.com/itaucultural e www.itaucultural.org.br

Classificação: 10 anos

Arte na Rua: Cola Shows versão Pocket - com As Inigualáveis Irmãs Cola

Dias 22 e 29 de maio - domingos, às 13h e 15h

Duração: 15 minutos aproximadamente

Local: calçada do Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149

Classificação: livre

Comente aqui