Data: 04/07/2022 11:46 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de São Paulo

Prefeitura de SP participa do Fórum Urbano Mundial, na Polônia

O evento foi uma oportunidade estratégica para apresentação de boas práticas e aprendizado sobre a implementação da Nova Agenda Urbana e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)


Prefeitura SP
Prefeitura SP

Crédito: Guilherme Cunha / SMTUR

Entre os dias 26 e 30 de junho, a Secretaria Municipal de Relações Internacionais (SMRI) e a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente participaram do Fórum Urbano Mundial, em Katowice, Polônia. O Programa das Nações Unidas Para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) é a agência da ONU para atividades relacionadas a cidades e questões urbanas, e, em coordenação com governos, busca promover cidades mais socialmente justas e ambientalmente sustentáveis.

Em sua 11° edição, o tema escolhido foi “Transformando nossas cidades para um futuro urbano melhor”.  Os tópicos apresentados nos eventos perpassam várias das chamadas “questões urbanas”, como: espaços públicos verdes, habitação, financiamento, inovação, ciência e tecnologia, saneamento e gestão de resíduos, mobilidade urbana, mudanças climáticas; dentre outras.

“Na Abertura do Fórum Urbano Mundial, foi possível encontrar com alguns dos nossos principais parceiros e representantes de todo o mundo, observar as boas práticas da organização do evento e apresentar os cases de sucesso de São Paulo”, afirma a Chefe de Gabinete da SMRI, Ana Cristina Wanzeler.

“Estamos honrados em representar a cidade de São Paulo no Fórum Urbano Mundial da ONU-Habitat, aqui na Polônia, o maior e mais importante evento internacional sobre desenvolvimento urbano sustentável, de grande interesse no compartilhamento de experiências. Nosso município está na vanguarda da preservação do meio ambiente. Só no ano passado entregamos para a população mais três parques, totalizando 111 no município administrados pela Prefeitura, e prevemos até o fim da atual gestão chegar a pelo menos 116, além de ampliar a cobertura vegetal da cidade de 48% para 50%”, afirma Tamires Oliveira, coordenadora de Gestão de Parques e Biodiversidade Municipal da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente.

Comente aqui