Data: 12/01/2021 20:56 / Autor: Redação / Fonte: iFood

Plataforma de doação do iFood arrecadou 1,6 mil toneladas de alimento em 2020

Ao longo do ano, a empresa apoiou causas importantes, como o amparo às cidades afetadas pelas chuvas e o apagão sofrido pelo Amapá


Crédito: Reprodução

O iFood, líder em delivery online de comida na América Latina, mostrou que a tecnologia pode ser uma grande aliada para a prática do bem. Em 2020, por meio das doações via app, foram arrecadadas 1,6 mil toneladas de alimentos, distribuídos para mais de 650 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social e cerca de 120 mil refeições doadas em todo o Brasil. Ao longo do ano, a empresa apoiou causas importantes, como o amparo às cidades afetadas pelas chuvas e o apagão sofrido pelo Amapá, unindo forças com instituições como Ação da Cidadania, Central Única das Favelas (CUFA), Serviço Franciscano de Solidariedade (SEFRAS) e Instituto Reação, fundado pelo medalhista olímpico Flávio Canto.

O iFood também contribuiu com a CUFA após o incêndio que atingiu o galpão no início de dezembro, arrecadando cestas básicas, kits de higiene e brinquedos que beneficiaram mais de 500 famílias. No final do ano, a empresa também destinou doações ao SEFRAS para manter a entrega de 300 refeições para pessoas em situação de rua no centro da capital paulista diariamente até o próximo domingo (10/01).

A plataforma de doação do iFood é permanente e, quem quiser contribuir, basta abrir o app, ir até a aba ‘Perfil’, selecionar o campo de “Doações” e escolher uma das instituições parceiras. Depois, é possível escolher entre os valores fixos disponíveis. O pagamento é feito via cartão de crédito cadastrado no aplicativo, que deve estar atualizado.

“Conseguimos viabilizar muitas ações neste último ano e ficamos muito felizes com o impacto positivo que tiveram em nosso ecossistema e também para a sociedade. Em 2021, seguiremos empenhados no desenvolvimento de novas parcerias e iniciativas para continuar gerando valor e atingindo ainda mais pessoas”, finaliza Luciana Vaz, líder de Soluções Sustentáveis do iFood.

Comente aqui