Data: 31/05/2019 11:39 / Autor: Redação / Fonte: Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente

Parque da Água Branca comemora 90 anos

SIMA apresenta programação especial de atividades em Parques e Unidades de Conservação do Estado em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente


O aniversário de 90 anos do Parque Doutor Fernando Costa, conhecido como Água Branca, abre a programação especial da Semana do Meio Ambiente. Diversas atividades esportivas, culturais e de educação ambiental serão realizadas nos parques estaduais da capital e do interior. A programação está disponível em: https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/semana2019/#1558646538428-3060f4ce-9417

No sábado (1º), o Parque da Água Branca realizará palestras, oficinas, feira de agricultura orgânica e campanhas de vacinação.

“A Semana Nosso Ambiente tem o objetivo de aproximar a população dos parques e das áreas verdes e propiciar atividades de educação ambiental. Nosso objetivo é fazer dos cidadãos protagonistas na conservação e na preservação da natureza”, explica o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

O evento contará com atividades e exposições que serão desenvolvidas pelas associações sediadas no parque, grupo de escoteiros, equipes de monitores ambientais e pelos Institutos Geológico e de Pesca. A Secretaria de Saúde realizará atividades de conscientização sobre o mosquito da dengue, além de vacinação contra gripe e febre amarela.

Além das instituições do Governo do Estado, como atrações adicionais, estarão disponíveis para as crianças brinquedos infláveis e o circuito do trenzinho.

A Sabesp atuará com campanhas educativas sobre o uso racional da água, com a apresentação do caminhão “limpa fossa”. A CETESB apresentará os equipamentos utilizados no atendimento a emergências químicas, e o Museu Geológico Valdemar Lefèvre (MUGEO) estará com uma programação especial com visitas guiadas e oficinas monitoradas para o público.

O evento contará também com a apresentação da Cavalaria, dos Cachorros e da Banda da Polícia Militar.

História do parque

Em meados de 1904, a população de São Paulo abastecia-se de produtos hortifrutigranjeiros oriundos de chácaras periféricas de alguns bairros residenciais da cidade.

O Parque Água Branca surgiu na época de desenvolvimento agropecuário, tornando-se patrimônio desse setor. Criadores e fazendeiros, na década de 1920, participaram de uma campanha para que São Paulo tivesse um Recinto de Exposições e um local para ser sede do departamento da Secretaria da Agricultura do Estado.

Em 25 de abril de 1928, o governo de São Paulo transferiu as antigas dependências de Exposição Animal e de Exposições da Mooca para a Água Branca. O local foi chamado de Pavilhão de Exposição de Animais, mais tarde chamado de Parque Dr. Fernando Costa, em homenagem ao seu fundador.

Durante o período de 1939 a 1942, foram adquiridos pelo Governo do Estado de São Paulo, mais de 12.022,27m², totalizando assim a área atual do Parque.

Em 1979, grandes exposições de gado foram definitivamente transferidas para o Recinto de Exposições da Água Funda, por motivos de modernização da área de exposições e necessidade de espaços mais amplos para a circulação dos visitantes.

Em 1996, o local foi tombado como bem cultural, histórico, arquitetônico, turístico, tecnológico e paisagístico pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado). Em 2004, também pelo CONPRESP (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo).

Por meio de decreto de 2012, o Parque foi transferido da Secretaria de Agricultura e Abastecimento para a Coordenadoria de Parques e Parcerias - CPP da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente.

Sobre o MUGEO

O Museu Geológico foi criado em 14 de novembro de 1967, mas parte do seu acervo originou-se na Comissão Geográfica e Geológica – CGG (1886-1931). O acervo é composto de equipamentos geológicos de séculos passados, fotografias antigas, mapas e coleções de minerais, de rochas e de fósseis.

O MUGEO oferece oficinas monitoradas a escolas públicas e particulares, a grupos organizados da comunidade e promove exposições temporárias e itinerantes.

Visitação: de terça a domingo, das 9h às 17h

Dia 8/6 (sábado): visita guiada às 15h

Dia 9/6 (domingo): visitas guiadas às 11h e às 15h

Comente aqui