Data: 05/04/2013 14:07 / Autor: Redação

Parlamentares avaliam resultados da internação involuntária de dependentes químicos

Comissão externa estará em São Paulo nessa segunda (8/4); experiência do CRATOD servirá de base para votação de projeto de combate às drogas


Caps funcionam 24 horas
Caps funcionam 24 horas

Crédito: Divulgação

 

A internação compulsória de dependentes químicos será avaliada na prática por uma comissão externa de deputados federais nessa segunda-feira (8/4). Os parlamentares farão uma visita, às 14 horas, ao Centro de Referência de Álcool, Tabaco e outras Drogas (CRATOD), situado na região central da capital paulista.

Eles serão recebidos pela secretária estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania, Eloisa de Sousa Arruda, e por representantes do Tribunal de Justiça de São Paulo, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP) e do Ministério Público. A comissão irá conversar também com a equipe responsável por internar e tratar dos dependentes.

“Tenho posição amplamente favorável à internação involuntária, pois esse é um importante instrumento para salvar a vida das pessoas que, infelizmente, sofrem com a dependência química”, afirma a deputada federal Keiko Ota (PSB-SP), que integra a comissão e coordena a Frente Parlamentar Mista em Defesa das Vítimas de Violência.

Mãe de Ives Ota, que foi brutalmente assassinado aos oito anos, ela milita há mais de 15 anos junto aos movimentos de justiça e paz do país. A deputada apoia a campanha nacional Pelo Fim da Impunidade, que pede medidas mais duras aos crimes contra a vida previstos na nova proposta de Código Penal.

De acordo com Keiko Ota, a observação da experiência do CRATOD terá efeito direto na votação do projeto de lei (PL) 7.663/2010, que propõe a criação do Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas. “Sem dúvida alguma, a situação que encontrarmos nessa visita servirá para os parlamentares fecharem sua posição sobre essa proposta, que será analisada pelo plenário nas próximas semanas”, diz.

São Bernardo conta com rede referência em atendimento de dependentes químicos; Prefeitura humaniza atendimento com integração de serviços clínicos, sociais e terapêuticos. Veja aqui

Caps recebe visita de Técnicos da ONU em 2012
Caps recebe visita de Técnicos da ONU em 2012

Crédito: Valmir Franzoi

Comente aqui