Data: 09/04/2013 17:51 / Autor: Redação / Fonte: ACSP

Otimismo do consumidor cai três pontos em março


 

“O consumidor segue confiante no emprego, e apesar de manter cautela devido à alta da inflação continua favorável a compra de bens duráveis”, diz Rogério Amato, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

O INC ACSP/Ipsos atingiu 149 pontos em março de 2013, contra 152 em fevereiro de 2013 e 164 pontos em março de 2012.

Classes sociais:

A classe C continua a mais otimista, com 154 pontos em março, estável diante de fevereiro. Em seguida vêm as classes A/B, com 142 pontos em março contra 146 pontos no mês anterior (fevereiro/2013). As classes D/E - as menos otimistas passaram de 137 em fevereiro/2013 para 129 em março/2013, e são as que mais sofrem com a alta da inflação.

Regiões:

A região Sul passou a ser a mais otimista, com 195 pontos em março/2013, contra 183 pontos no mês anterior. Seguida pelas regiões Norte/Centro-Oeste, com 171 pontos em março/2013 contra 175 pontos em fevereiro/2013. As regiões Sul e Norte/Centro-Oeste se alternam na liderança do otimismo em função das boas perspectivas da safra agrícola.

Em seguida, a região Sudeste, com 148 pontos em março/2013, contra 151 no mês anterior.

E, finalmente, Nordeste - a região menos otimista – registrou queda de 10 pontos. De 130 pontos em fevereiro/2013 caiu para 120 pontos em março/2013, afetada pela seca que assola essa área.

Veja tabela abaixo:

Confiança do Consumidor

% dos Entrevistados

 Mar13

Feb13

Mar12

Mar11

Situação Financeira atual boa

50

50

49

51

Situação Financeira futura Melhor

53

52

61

55

Seguros no Emprego

39

39

45

46

Favorável Compra Eletr.

47

47

50

48

Fonte Ipsos/ACSP

Em resumo, 50% dos entrevistados julgam sua situação financeira atual como boa em março/2013, mesmo valor do mês anterior. Já os que acham que a situação financeira futura vai melhorar totalizam 53% em março/2013, um ponto a mais em relação a fevereiro/2013.

Destaca-se que 39% dos entrevistados se mantêm seguros no emprego, o mesmo número do mês passado (fevereiro/2013).

Já a propensão à compra de eletrodoméstico em março/2013 manteve-se estável em relação a fevereiro com 47%.

Vale destacar que o número médio de desempregados conhecidos pelos entrevistados situou-se em 3 pessoas no mês de março/2013 contra 3,3 em fevereiro/2013 e 2,9 em março/2012. O número é compatível com os dados divulgados pelo IBGE.

Em síntese, os indicadores de março são praticamente iguais aos de fevereiro. O consumidor confia na manutenção do seu emprego e está disposto a comprar bens duráveis, desde que caiba em seu orçamento.  

 

Nota: O INC ACSP/Ipsos é obtido a partir de mil entrevistas domiciliares realizadas todos os meses, em nove regiões metropolitanas e em 70 cidades do interior brasileiro. A margem de erro é de três pontos percentuais. O Índice da ACSP/Ipsos varia de zero a 200 pontos. Acima de 100 pontos está a região do otimismo e abaixo de 100 pontos, a região do pessimismo.

Comente aqui