Data: 27/01/2022 11:20 / Autor: Redação / Fonte: Itaú Cultural

Em nova live no Instagram, Itaú Cultural recebe o palhaço Wil Wil

O palhaço Wildson França, em conversa com Victória Oliveira, fala sobre o trabalho de palhaço nos tempos atuais, relacionando com a vida e obra de Benjamim de Oliveira


Crédito: Reprodução

No dia 1 de fevereiro, terça-feira, às 19h, o convidado da série de lives mensais, que o Itaú Cultural vem realizando no Instagram, é o palhaço, ator e produtor cultural da baixada fluminense, no Rio de Janeiro, Wildson França, mais conhecido como Palhaço Wil Wil. Junto de Victória Oliveira, educadora da organização, ele, que é idealizador do Espetáculo Will Will conta Benjamim de Oliveira, passeia com o público pela 54ª Ocupação da organização dedicada ao palhaço e empreendedor circense. A peça foi indicada como melhor figurino, cenário e ganhadora do prêmio especial por pesquisa histórica, no Festival Cenáculo, em 2021.

Na live, o respeitável público é conduzido por uma conversa que resgata o passado, os feitos e a memória de Benjamim e a relaciona com o presente de um outro palhaço negro, que atua nos dias de hoje, e é bastante influenciado por seu legado.

Ocupação Benjamim de Oliveira

Cerca de 120 peças compõem a mostra em cartaz até 27 de fevereiro, no piso térreo da organização. Entre jornais da época, muitas fotografias, audiovisuais, objetos circenses originais, livros, documentos e fonogramas de músicas interpretadas por ele e por seus companheiros de composição, como Mário Pinheiro, Eduardo das Neves, Catulo da Paixão Cearense, Chiquinha Gonzaga e Paulina Sacramento, ela entra na trajetória fantástica desse mineiro, filho de uma mulher escravizada com um capataz de fazenda.

Benjamim tinha 12 anos quando fugiu com o circo que visitava sua cidade. Hoje, é lembrado como um dos homens mais importantes para o desenvolvimento e a modernização do circo brasileiro. Por exemplo, ele fortaleceu a introdução da linguagem teatral no circo estreando, em 1904, um texto próprio,?chamado O Diabo e o Chico. O sucesso foi tamanho que a partir dali a programação circense passou a contemplar as montagens teatrais com muito sucesso de público e crítica.

A série

Esta série de lives mensais realizadas pelo Itaú Cultural tem o propósito de aproximar o público das exposições em curso na organização. Mediada pelos educadores do Itaú Cultural e com interpretação simultânea em Libras, as conversas on-line ao vivo propõem uma investigação acerca dos diversos aspectos presentes nas mostras em cartaz.

Participaram em edições anteriores, o ator Lima Duarte, homenageado na 50ª mostra do projeto Ocupação; Juçara Marçal, curadora da Ocupação Chiquinha Gonzaga; Edinha Diniz, biografa da maestrina; a artista visual Beatriz Milhazes, que teve uma mostra panorâmica de sua obra na instituição e no Masp, Beatriz Milhazes: Avenida Paulista; o líder indígena, ambientalista, filósofo, poeta e escritor brasileiro Ailton Krenak, a jornalista Bianca Santana, curadora da Ocupação Sueli Carneiro, e a assistente de curadoria da exposição Geraldo de Barros – imaginário, construção e memória, Marina Frúgoli. Todas elas podem ser vistas no IGTV do IC.

Wildson França é ator e idealizador do Espetáculo Will Will conta Benjamim de Oliveira. A peça foi indicada como melhor figurino, cenário e ganhadora do prêmio especial por pesquisa histórica, no Festival Cenáculo, em 2021. É articulador da Confraria de Palhaçxs da Baixada Fluminense, que realiza performances nas praças e rua da região. É também criador do Evento Kuanza – Celebração Afrobrasileira. Produtor artístico da Caminhada da Diversidade Interreligiosa da Baixada Fluminense. Criador do Fórum Permanente de Cultura de Belford Roxo. Palestrou no Aniversário de 20 anos na Enfermaria do Riso, projeto de Extensão da Uni Rio.

SERVIÇO

Live com Wildson França– na Ocupação Benjamim de Oliveira

Dia 1 de fevereiro (terça-feira), às 19h

No Instagram do Itaú Cultural: https://www.instagram.com/itaucultural/

Classificação indicativa: Livre

Duração: 40 minutos aproximadamente

Comente aqui