Data: 02/09/2020 09:59 - Alterado em: 08/09/2020 16:48 / Autor: Redação / Fonte: Movimento Falar Inspira Vida

Metrô de SP terá "vagão do acolhimento" para conscientizar sobre Depressão

Iniciativa acontecerá na linha 4-Amarela e contará com ações de conscientização também na linha 5-Lilás


imagem ilustrativa
imagem ilustrativa

Crédito: Divulgação

Esse mês o Movimento Falar Inspira Vida (www.falarinspiravida.com.br) chega à linha 4-Amarela de metrô, em São Paulo, e transforma o local em um espaço de conscientização sobre a Depressão, considerada a principal causa de incapacidade no mundo[i] e um dos principais transtornos mentais relacionados ao suicídio.

Durante todo o mês, um vagão da linha 4-Amarela - chamado de "vagão do acolhimento" - estará personalizado com expressões que utilizamos no dia a dia quando falamos da doença e que, muitas vezes, vêm carregadas de julgamentos, prejudicando quem precisa de ajuda especializada.

"Nos relatos que recebemos diariamente no CVV, as pessoas alegam que sofrem com o estigma da Depressão, que os indivíduos à sua volta minimizam o sofrimento delas e acham que estão fingindo ou usando a doença como desculpa para não trabalhar, por exemplo. É importante mostrarmos que a Depressão é uma doença grave e incapacitante, mas que com ajuda profissional, pode ser tratada", explica Carlos Correia, voluntário do Centro de Valorização da Vida (CVV).

Vídeos animados também serão transmitidos nos monitores dos trens e estações fazendo um convite à população: "Palavras importam - Informe-se e faça bom uso delas", com QR code que redirecionará para um guia completo que explica como dialogar de maneira mais empática e acolhedora sobre Depressão.

A versão impressa desse guia ("Depressão: quando saber falar e ouvir inspira a vida") estará disponível gratuitamente nas 27 estações que compõem as linhas 4-Amarela e 5-Lilás. O material, que também pode ser encontrado para download no site do movimento, traz exemplos práticos sobre como abordar o tema Depressão de maneira mais adequada. Além disso, painéis informativos estarão instalados nas estações para reforçar a ação.

"Nossa expectativa é que a sociedade brasileira esteja mais preparada para lidar com a doença, além de mostrar a importância de uma conversa acolhedora e livre de julgamentos. Sabemos que apesar do distanciamento social imposto pela pandemia, grande parte da população precisa continuar se locomovendo pela cidade para exercer suas atividades, então, decidimos levar o Movimento para as estações de metrô porque acreditamos que essas mensagens sobre saúde mental podem ajudar e acolher as pessoas que passarem por lá", explica Fabio Lawson, psiquiatra e Diretor Médico da Janssen.

Lawson reforça, no entanto, que não é para as pessoas saírem de casa para irem ao metrô conferir a ação. "Para aquelas que estão em casa, disponibilizaremos nos próximos dias um vídeo no site do Movimento, onde a população também pode encontrar bastante informação sobre a doença".

Juliana Alcides, gestora de sustentabilidade da ViaQuatro e ViaMobilidade, destaca a importância de a ação acontecer nas linhas 4-Amarela e 5-Lilás: "Nesse momento, mais do que nunca precisamos estar atentos à saúde e bem estar de todos os que circulam diariamente pelas nossas linhas. Por isso, são fundamentais iniciativas como o "Movimento Falar Inspira Vida", que reforça os cuidados e melhorias na qualidade de vida dos passageiros".

O Movimento Falar Inspira Vida, liderado pela Janssen, farmacêutica da Johnson & Johnson, marca o Setembro Amarelo e pretende requalificar a conversa sobre a Depressão por meio do conhecimento, contribuindo para um ambiente mais favorável a quem precisa de apoio especializado. O projeto conta com a participação de renomadas instituições: Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos (ABRATA), Centro de Valorização da Vida (CVV), Departamento de Psiquiatria da UNIFESP, Instituto Crônicos do Dia a Dia (CDD), Instituto Vita Alere, Vitalk e revista VEJA Saúde.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Depressão afeta cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo (4,4% da população mundial). No Brasil, a prevalência é um pouco maior do que a média: 5,5% ou um total de 11,5 milhões de brasileiros - número que, nas Américas, só é superado pelos Estados Unidos. Ainda de acordo com a OMS, são registrados cerca de 11 mil suicídios todos os anos no país e mais de 800 mil no mundo1, sendo que 97% dos casos estão relacionados a transtornos mentais e, em primeiro lugar, à Depressão.

SERVIÇO
Movimento Falar Inspira Vida - Setembro Amarelo
Quando: 01 a 30 de setembro
Onde: Estações Linhas 04-Amarela e 05-Lilás de metrô, São Paulo
Informações: www.falarinspiravida.com.br


Comente aqui