Data: 09/04/2020 16:31 / Autor: Redação / Fonte: assessoria

Jovens empreendedores do Grande ABC produzem e doam protetores faciais

Ação disponibiliza 2 mil máscaras de acetato para atender a demanda dos hospitais da região


Com o propósito de atender os agentes de saúde que atuam na linha de frente dos hospitais do Grande ABC no combate ao coronavírus, empresários andreenses e engenheiros se juntaram em uma ação voluntária que reuniu um grupo de amigos que possui impressoras 3D para produzirem 2 mil protetores faciais, também conhecidos como “face shields”. Até o momento já foram doadas 800 peças.

A máscara, feita em acetato transparente, serve para criar uma verdadeira barreira de proteção para reforçar a prevenção do contágio de doenças respiratórias, contribuindo com a eficiência dos demais EPI´s utilizados no atendimento a pacientes contaminados pela covid-19.  Os voluntários reuniram um pequeno grupo de amigos de diversas áreas de atuação e enxergaram que a comunidade de impressão 3D estaria empenhada a desenvolver esse projeto em benefício a milhares de profissionais de saúde.

Com a adesão dos voluntários, um software de desenho criou um modelo 3D capaz de otimizar o tempo de impressão de cada máscara de proteção, que normalmente seria de 2 horas, para 50 minutos.

Eles enfrentaram uma situação jamais prevista em suas vidas. Como atuam na área de saúde e estão na linha de frente vivendo a situação de perto, fizeram contato com as secretarias de saúde das cidades do Grande ABC mapeando os centros médicos municipais que mais necessitam desse tipo de equipamento que chega para trazer uma proteção a mais para os agentes de saúde que estão na linha de frente neste combate.

Produção de protetores faciais para profissionais de saúde
Produção de protetores faciais para profissionais de saúde

Crédito: Divulgação

Comente aqui