Data: 19/07/2019 16:53 / Autor: Redação / Fonte: Itaú Cultural

Itaú Cultural sedia programação do Anima Mundi 2019

O instituto recebe a mostra competitiva de realidade virtual e outras não-competitivas, sessões especiais, conversas com convidados nacionais e internacionais


Crédito: Divulgação

O destaque da intensa programação que o Itaú Cultural recebe da 27ª edição do Festival Internacional de Animação do Brasil, Anima Mundi, 24 a 28 de julho (quarta-feira a domingo), é a exibição de 15 animações em realidade virtual (virtual reality) ou, simplesmente VR, que participam pela primeira vez da mostra competitiva. No Espaço VR Anima Mundi, instalado durante os quatro dias na Sala Multiúso (Piso 2), o público acessa, de forma rotativa, a 18 estações de realidade virtual, nas quais filmes de 10 países diferentes são explorados por meio de uma experiência imersiva no universo interativo. E assim como todas as atividades do Itaú Cultural, a programação do Anima Mundi realizada no instituto também é gratuita.

Um dos principais apoiadores do festival realizado em São Paulo em 2019, o Itaú Cultural promove a abertura e o encerramento do Anima Mundi no Auditório Ibirapuera, respectivamente nos dias 23 e 28. O instituto também abriga em seu prédio na Paulista sessões não-competitivas e exibições de filmes de animação do mundo inteiro, com temas e gêneros variados, além de exibições e debates que estão fora das mostras. Ao longo de todo o mês de julho, a programação Terças de Cinema exibe curtas-metragens de animação selecionados pela curadoria do Anima Mundi e mantém uma mostra online em seu site (www.itaucultural.org.br), com filmes que já participaram de outras edições do festival (veja a programação completa no material anexado).

ESPAÇO VR ANIMA MUNDI
Nesta seleção, competem dramas, aventuras, documentários de todo o mundo e um clipe.  O Brasil tem três representantes nessa mostra: O Sumidouro de Ágreda (2019), dirigido por Márcio Moraes, uma aventura assistida pelo público em 360°, na qual um barqueiro conhece o caminho de saída do local para aonde todos vão, após serem raptados para a Terra dos Ekitumans e rejeitados por experimentos genéticos; Madame Galeria (2018), de Bruno da Silva Pedroza, uma viagem ao Cosmos na qual o espectador interage em pé e tenta descobrir um pouco mais sobre o seu eu interior; e Henfil (2018), de Angela Zoé Meireles Sachetto, também acompanhada em 360°, com narrativas paralelas sobre o cartunista. Com óculos de VR, o público mergulha no universo de seus personagens mais queridos, como a Graúna, Zeferino e Caboco Mamadô.

MOSTRAS
A programação do Anima Mundi no Itaú Cultural segue com sessões não-competitivas e exibições de filmes de animação do mundo inteiro, com temas e gêneros variados. Realizada no Rio de Janeiro dentro da mostra competitiva, a categoria ‘Galéria’ não tem caráter de competição em São Paulo, e terá seis sessões no Itaú Cultural, exibindo curtas-metragens experimentais e de investigação artística.

Das mostras não-competitivas, o instituto recebe quatro categorias. Uma delas é ‘Olho Neles!’, que reúne curtas-metragens de animadores brasileiros. Outra, ‘Panorama Internacional’, que exibe obras que representam tendências da animação mundial e traz a sessão de curtas ‘Animaterna’, no dia 24 (quarta-feira), às 10h, voltada para famílias com bebês de até 18 meses.

A categoria Futuro Animador traz os resultados de animações feitas por crianças, adolescentes ou adultos em suas primeiras participações em cursos-não profissionais de animação. No dia 24, inclui o painel ‘Animação e Educação’, recebendo representantes de iniciativas para a educação básica pública e privada, que trabalham com a inserção da linguagem da animação como ferramenta pedagógica na prática cotidiana das escolas. No dia 25, abriga o ‘Animazul’, uma sessão de curtas pensada para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

A categoria ‘Animação em Curso’, por sua vez, exibe curtas realizados por estudantes de cursos profissionais em universidades, escolas e oficinas. No dia 26 (sexta-feira), das 15h às 17h30, após a projeção dos filmes, acontece o painel ‘Formação Profissional e Pesquisa de Animação no Brasil’. Trata-se de um debate com professores e pesquisadores brasileiros de animação de diversas instituições, para falar sobre estratégias de solidificação do conhecimento e formação profissional em animação no Brasil.

ESPECIAIS
O Anima Mundi leva também ao Itaú Cultural programações que estão fora das mostras. A Sessão Especial Annecy, acontece no dia 25 (quinta-feira), às 19h30, e no dia 26 (sexta-feira), às 13h30. Nela, serão exibidos filmes selecionados por Marcel Jean, diretor artístico do Festival de Annecy, que representam a qualidade e diversidade do mais antigo e prestigiado festival de animação do mundo, em retribuição à grande homenagem prestada no ano passado na França à Animação Brasileira.

Também no dia 26, às 19h30, acontece o Papo Animado, que recebe o animador e diretor de filmes de animação Fernando Miller para uma conversa com o público. Ele trabalhou para alguns dos melhores estúdios do Rio de Janeiro e de São Paulo, e é autor dos curtasCalango Lengo – Morte e Vida sem ver água (2008) e Furico & Fiofó (2011), ambos com longa lista de prêmios e participações em festivais no Brasil e no exterior.

CONVERSAS
Levando a discussão sobre o universo da animação no Brasil e no mundo para além das telas, a programação do Anima Mundi no instituto promove, ainda, no dia 25, dois painéis. Às 14h30, na Sala Vermelha, a palestra é Festivais de Cinema Como Agentes Estruturantes de Mercado. Às 15h, na Sala Itaú Cultural, o encontro tem como tema Séries Brasileiras de Animação Infantil e Infanto-Juvenil nas Plataformas Digitais. Este painel reúne criadores de séries animadas para falarem sobre a criação de conteúdos infantis nas plataformas digitais, as estratégias de engajamento com o público e os cuidados e estímulos necessários ao consumo audiovisual durante o processo de formação de identidade.

RUMOS NO FESTIVAL DO RIO
Nos dias 17 e 18, o multiartista Manu Maltez estreia na programação do festival na capital carioca, a animação em curta-metragem de O Rabequeiro Maneta e a Fúria da Natureza, contemplado pelo Rumos Itaú Cultural 2015-2016. Manu também apresenta show do projeto, que também conta com um disco-livro composto por dois vinis de sete polegadas – encartados com quatro músicas cada – e por um livro de mesmo nome, com ilustrações feitas pelo artista.

SOBRE O ANIMA MUNDI
O Festival Internacional de Animação do Brasil - Anima Mundi - surgiu como um movimento pioneiro no Brasil para promover a linguagem de animação e fomentar o mercado no setor. É reconhecido como um dos mais importantes eventos de seu gênero no mundo e o maior das Américas. Com mais de duas décadas de realização nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, onde já foram exibidos mais de 11 mil filmes oriundos de 76 países para mais de 2 milhões de espectadores, em atividades planejadas para um grande alcance de público, que deram corpo ao seu formato. 

SERVIÇO

ANIMA MUNDI NO ITAÚ CULTURAL
Data: 24/07 a 28/07
Local: Sala Itaú Cultural (Piso Térreo)
Capacidade: 174 lugares
Local: Sala Vermelha (Piso 3)
Capacidade: 55 lugares
Entrada gratuita

ESPAÇO VR ANIMA MUNDI
Data: 24/07 a 28/07
Horário: das 12h às 19h30
Local: Sala Multiúso (Piso 2)
Classificação: Livre
Entrada gratuita
O uso dos óculos de realidade virtual não é recomendado para menores de 12 anos

A partir das 11h, o público deve retirar o ingresso e um controle de fila na bilheteria do Itaú Cultural para o Espaço VR Anima Mundi. Só será permitido assistir a um filme por vez. A entrada no Espaço VR será liberada a partir das 12h, atendendo a lotação do espaço, composto por 18 estações individuais de realidade virtual. Para assistir a um novo filme, é necessário voltar à fila e retirar um novo controle.

O tempo de espera pode variar de acordo com duração da animação escolhida.

Mais informações no site www.animamundi2019.com.br

Comente aqui