Data: 11/11/2019 11:25 / Autor: Redação / Fonte: Itaú Cultural

Itaú Cultural dá destaque à música autoral em quatro dias de programação

Se apresentam João Taubkin, Gian Correa e Rogério Caetano, Juliana Perdigão,e o trio de música caipira Conversa Ribeira


Conversa Ribeira
Conversa Ribeira

Crédito: Omar Paixão

Entre os dias 14 e 17 (quinta-feira a domingo) o Itaú Cultural realiza um mergulho na música autoral brasileira com diferentes gêneros e estilos. Quem começa essa série de apresentações, na quinta-feira, às 20h, é João Taubkin. Ele apresenta ao público seu mais recente disco, Kândra, junto a um time de instrumentistas. No dia seguinte, às 19h, é a vez de Gian Correa e Rogério Caetano, ambos violonistas solistas de sete cordas que se reuniram para a realização do álbum 7, em homenagem ao centenário de Horondino José da Silva, o Dino 7 Cordas, que foi um grande expoente do instrumento. Juliana Perdigão, no sábado, às 20h, destila as canções de Folhuda, seu terceiro disco solo da carreira, lançado no início deste ano. No domingo, às 19, Conversa Ribeira encerra com música caipira esta série de shows.

Em Kândra, João Taubkin reúne amigos de profundo vínculo afetivo e musical para a composição de um repertório autoral, com influências do jazz e do rock. Ele convida o público para uma imersão sinestésica em uma atmosfera repleta de paisagens sonoras inéditas. No palco da Sala Itaú Cultural, Taubkin se apresenta na voz e baixo, Rodrigo Bragança na guitarra, Sérgio Resende na bateria e Zé Godoy no piano. No repertório estarão as canções Miragem, X, Kândra, Lili, Simples, Eilat, Sophia descobrindo o mundo, Ponto de mutação e Outlander.

Gian Correia e Rogério Caetano, no dia seguinte, apresentam as músicas do álbum 7, que realizaram juntos, em 2018, em homenagem ao centenário de Horondino José da Silva, o Dino 7 Cordas, responsável por revolucionar a linguagem do violão no país. Este projeto reuniu pela primeira vez na história fonográfica brasileira dois violonistas de sete cordas de aço solistas, demonstrando nas composições e arranjos toda a riqueza e virtuosidade da música instrumental brasileira contemporânea.

No sábado, Juliana Perdigão leva seu mais recente disco, Folhuda, lançado no início deste ano, para o instituto. O trabalho é composto por canções de autoria de Juliana, todas elas feitas a partir de poemas escritos por poetas brasileiros, como Oswald de Andrade, Paulo Leminski, Murilo Mendes e os contemporâneos Arnaldo Antunes, Angélica Freitas, Fabrício Corsaletti, Renato Negrão e Bruna Beber. No show, além das músicas do disco, Juliana, na guitarra e voz, Moita, na guitarra, Gongom, na bateria, João Antunes, no baixo, e Paulim Sartori, no teclado, apresentam canções de Jards Macalé, Torquato Neto, Haroldo e Augusto de Campos.

O trio Conversa Ribeira, que já possui quase 20 anos de carreira, leva para este show o repertório do terceiro álbum, Do Verbo Chão. Nele, Andrea dos Guimarães, na viola caipira e canto, João Paulo Amaral, no piano,  e Daniel Muller, no acordeom, tecem um desdobramento singular da música caipira. Cultivam, ao mesmo tempo, o vínculo essencial com a tradição e a liberdade para recriá-la. Seus integrantes, nascidos em cidades interioranas, elaboram uma sonoridade repleta de encantamento com a riqueza e a profundidade que vislumbram no repertório clássico caipira, tanto no que se refere aos conteúdos musicais quanto à experiência humana, aos saberes e sensibilidades.  

SERVIÇO:

João Taubkin

Dia 14 de novembro (quinta-feira)

Às 20h

Classificação indicativa: livre

Duração: 80 minutos

Gian Correa e Rogério Caetano

Dia 15 de novembro (sexta-feira)

Às 19h

Classificação indicativa: livre

Duração: 70 minutos

Juliana Perdigão

Dia 16 de novembro (sábado)

Às 20h

Classificação indicativa: livre

Duração: 80 minutos

Conversa Ribeira

Dia 17 de novembro (domingo)

Às 19h

Classificação indicativa: livre

Duração: 80 minutos

Sala Itaú Cultural

224 lugares

Entrada gratuita

Distribuição de ingressos:

Público preferencial:?uma hora antes do espetáculo (com direito a um acompanhante)

Público não preferencial: uma hora antes do espetáculo (um ingresso por pessoa)

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Comente aqui