Data: 08/11/2019 17:37 / Autor: Redação / Fonte: Itaú Cultural

Itaú Cultural convida Cia do Tijolo para a primeira homenagem a Ilo Krugli

Grupo faz apresentação única de espetáculo-homenagem para reverenciar a trajetória do ator, diretor e dramaturgo, criador do Teatro Ventoforte, falecido em setembro deste ano


Itaú Cultural convida Cia do Tijolo para a primeira homenagem a Ilo Krugli, criador do Teatro Ventoforte
Itaú Cultural convida Cia do Tijolo para a primeira homenagem a Ilo Krugli, criador do Teatro Ventoforte

Crédito: Divulgação

No palco, quase 20 artistas – entre atores e músicos – reúnem músicas, poemas e cenas de montagens de diferentes épocas, num sobrevoo sobre a obra do artista, que é uma referência na arte-educação

O Itaú Cultural apresenta no dia 13 de novembro (quarta-feira), às 20h, Cia do Tijolo Canta Ilo Krugli. Montado a pedido do instituto, o espetáculo-homenagem celebra, em apresentação única, a trajetória do ator, dramaturgo, artista plástico, diretor e escritor Ilo Krugli (1930-2019), falecido no último dia 7 de setembro. No palco, a homenagem fica a cargo da Cia do Tijolo, criada no coração do Teatro Ventoforte, grupo formado por Krugli em 1974.

“O Iegado de Ilo Krugli se confunde com todo um pensamento sobre o teatro para crianças em todas as suas camadas, tanto na criação quanto na pedagogia”, destaca Galiana Brasil, gerente do Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural. “Não dá para pensar a arte e a infância sem buscar o trabalho que ele fez de forma incansável e generosa e que formou tanta gente. São alguns desses ‘filhos’ e ‘filhas’ que subirão ao palco para abraçar e agradecer. Penso que essa celebração com o Tijolo é um grande agradecimento coletivo e amoroso”, adianta Galiana.

Essa reverência cênico-musical à trajetória de Ilo Krugli segue esse sentimento e é composta por memórias, cenas, poemas e canções apresentadas por artistas que estiveram próximos a ele durante sua caminhada. Esse grupo de cerca de 20 pessoas – que representam diferentes fases dos 41 anos de trajetória do grupo Ventoforte – conduz a homenagem, que costura, com músicas, fragmentos de espetáculos da companhia, como Histórias de Lenços e Ventos (1974), Mistério do Fundo do Pote (1989) e Bodas de Sangue (2005).

“Ilo Krugli é uma figura fundamental na história do teatro brasileiro”, define Rodrigo Mercadante, que assina a direção do espetáculo ao lado de Dinho Lima Flor e Karen Menatti. “A Cia do Tijolo é filha do Ventoforte e nos orgulhamos de nossa ascendência. Ilo nos ensinou que arte e vida se entrelaçam de uma forma tão definitiva que a ausência de um desses componentes torna a vida algo sem sentido e a arte uma mera mercadoria”, explica.

O ator destaca, ainda, que o trabalho de Ilo Krugli influencia não só o teatro, como também a música, as artes plásticas, a educação e formas de terapias. Para Mercadante, essa referência vai além da qualidade e quantidade de trabalhos desenvolvidos pelo diretor. Ela está no universo de grupos influenciados por ele dentro e fora do Brasil, nascidos a partir do contato com o Ventoforte.

Sobre o homenageado

Conhecido como Ilo Krugli, o ator, dramaturgo, artista plástico, diretor e escritor Elias Kruglianski (1930-2019) nasceu em Buenos Aires. Filho de imigrantes judeus poloneses que foram para a Argentina depois da Primeira Guerra Mundial, ele teve conhecimento, ainda na infância, que o escritor espanhol Federico García Lorca (1898-1936) era um apaixonado por teatro de bonecos. Foi a partir daí que teve os primeiros contatos teatrais com as criações do poeta argentino Javier Villafañe (1909-1996). Em 1961, transferiu-se para o Brasil, onde criou o grupo Ventoforte e tornou-se uma referência aos que trabalham com a linguagem da animação e da arte-educação.

Mais informações: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa22125/ilo-krugli

FICHA TÉCNICA

Direção: Dinho Lima Flor, Karen Menatti e Rodrigo Mercadante.
Atores: Ana Maria Carvalho, Artur Moraes, Dinho Lima Flor, Eliane Weinfurter, Karen Menatti, Juh Vieira, Lilian de Lima, Lizette Negreiros, Marilda Alface, Patricia Gifford, Rodrigo Mercadante, Rogério Tarifa, Thais Pimpão e Vera Lamy.
Músicos: Anderson Areias, Márcia Fernandes, Marcos Coin, Maurício Damasceno, William Guedes.
Direção musical: Willian Guedes
Iluminação: Laiza Souza Menegassi
Produção: Suelen Garcez
Assistente de produção: Fábio da Silva Viana

SERVIÇO:

Espetáculo-homenagem Cia do Tijolo Canta Ilo Krugli
Dia 13 de novembro (quarta-feira), 20h
Sala Itaú Cultural (Piso Térreo)
Duração: 120 minutos
Capacidade: 224 lugares
Classificação Indicativa: Livre
Entrada gratuita
Distribuição de ingressos:
Público preferencial: uma hora antes do evento, com direito a um acompanhante – os dois ingressos devem ser retirados no mesmo momento na bilheteria preferencial
Público não preferencial: uma hora antes do evento – um ingresso por pessoa

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: (11)2168-1777
Acesso para pessoas com deficiência física
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:
3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 12
Com manobrista e?seguro, gratuito para bicicletas.
www.itaucultural.org.br
https://www.facebook.com/itaucultural
https://www.instagram.com/itaucultural/
https://twitter.com/itaucultural
https://www.youtube.com/itaucultural
https://www.linkedin.com/company/itaucultural

Comente aqui