Data: 11/03/2021 13:09 / Autor: Redação / Fonte: Instituto Unibanco

Instituto Unibanco anuncia projetos selecionados pelo Edital Conexão Juventudes

Das 54 produtoras inscritas, seis receberão apoio técnico e financeiro de R$ 130 mil para executar seus projetos


O Instituto Unibanco anuncia, nesta quinta-feira (11), os seis projetos audiovisuais selecionados pelo Edital Conexão Juventudes. Cada um receberá apoio técnico e financeiro no valor de R$ 130 mil para produzir minidocumentários que retratem a pluralidade dos jovens brasileiros e o Ensino Médio como espaço de desenvolvimento desses jovens.

A escolha dos projetos ficou a cargo de uma comissão julgadora composta pelos cineastas João Jardim, João Moreira Salles e Val Gomes, além de Tiago Borba, gerente de planejamento e articulação institucional do Instituto Unibanco; Mauro Garcia, presidente da Brasil Audiovisual Independente (Bravi); e Eliane Costa, coordenadora do MBA Bens Culturais: cultura, economia e gestão da Fundação Getúlio Vargas.

“Estamos muito felizes com os resultados do edital. Superamos as expectativas no número de inscrições e a qualidade dos projetos apresentados foi muito boa! Além disso, o conjunto dos projetos selecionado apresenta uma diversidade regional e temática que acreditamos ser capaz de contar histórias que dialoguem com os desafios das juventudes brasileiras e do Ensino Médio público”, afirma Tiago Borba.

Dos mais de 50 inscritos, foram classificados os seguintes projetos: A escalada do cipó, da Nigéria Comunicação e Audiovisual (CE); Carimbados, da Cinco Cinco Produções Entretenimento e Comunicação (ES); Carteira Assinada, da Panaceia Filmes (GO); desConectados, da Magno & Magno (PI); Jindenge Mulóngi - Crianças que educam, da API Produções Artísticas e Audiovisuais (MG); e Terremoto, da Filmes de Plástico Produções Audiovisuais (MG).

Os documentários, inéditos, serão finalizados ainda em 2021. Cada produto deverá ter duração de 26 minutos e captação em HD, abordando as vivências de jovens e suas relações com a educação formal pública em um desses estados. A iniciativa é realizada em parceria com o Instituto de Políticas Relacionais (IPR) e com o apoio da Bravi.

Comente aqui