Data: 18/01/2022 10:41 / Autor: Redação / Fonte: Iguá

Iguá anuncia projetos selecionados em edital socioambiental de R$ 1 milhão

Seis propostas foram contempladas com os recursos para nove cidades brasileiras


A Iguá, uma das maiores empresas de saneamento do Brasil, acaba de anunciar os selecionados no primeiro Edital de Projetos Socioambientais da companhia, que disponibilizou R$ 1 milhão. Lançado em setembro do ano passado, o edital recebeu 159 inscrições, dentre as quais seis foram contempladas. Serão financiadas exposições e espetáculos culturais, escolas de esportes, além de uma ação de conscientização sobre a preservação dos mananciais.

As atividades estão localizadas em nove cidades onde a Iguá atua: Andradina, Atibaia, Castilho, Mirassol, Palestina, Piquete e Suzano – no estado de São Paulo –, Paranaguá (PR) e Cuiabá (MT). Foram escolhidos projetos com foco em temas que contribuem para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU: educação, meio ambiente, geração de trabalho e renda. As iniciativas estão enquadradas nas leis federais de Incentivo à Cultura e ao Esporte.

A companhia priorizou propostas que se relacionam com as frentes de seu plano estratégico de sustentabilidade, o SERR, que visa transformar a empresa referência em ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa, na sigla em inglês) no saneamento. Ele é constituído por quatro pilares essenciais que orientam as ações em todas as unidades operacionais da Iguá: Segurança hídrica, Eficiência na produção e distribuição de água, Responsabilidade na coleta e tratamento de esgoto, e Respeito às pessoas.

“O edital veio para estimular o desenvolvimento socioeconômico de territórios em situação de maior vulnerabilidade social. Estamos satisfeitos com o resultado e felizes por podermos contribuir para um futuro mais sustentável”, diz o gerente de Responsabilidade e Transformação Social, Rafael Botelho.

Confira as iniciativas que vão receber os recursos:

Judô Nova Geração – Suzano (SP)

Proponente: Judô Clube Mogi das Cruzes

O projeto visa fortalecer uma escola de judô para crianças e adolescentes no bairro de Vila Urupês, no município de Suzano (SP). O foco são estudantes matriculados na rede pública de ensino. A proposta é diminuir o tempo ocioso desses jovens por meio da prática esportiva, aumentando a frequência escolar e reduzindo riscos de violência, dependência química e exclusão social. Por apresentar palestras e dinâmicas em grupo, a iniciativa favorece o desenvolvimento cultural, a exploração de capacidades e habilidades motoras, a melhoria das condições de saúde, além da potencialização dos espaços de lazer.

Museu Itinerante Ponto UFMG – Cuiabá (MT)

Proponente: Instituto Brasileiro de Cultura Científica (IBCC)

Levando em conta que grande parte da população brasileira não tem acesso a museus de ciência, planetários, observatórios, jardins botânicos e zoológicos, o instituto quer oferecer uma exposição itinerante em Cuiabá (MT). O museu está instalado em uma carreta-baú especialmente construída para este fim e conta com cinco salas interativas na parte interna, incluindo um espaço de projeções em 3D para exibição de documentários. Do lado de fora, apresenta mais de 40 experimentos científicos em uma área de aproximadamente 300 m².

Futsal Top – Paranaguá (PR)

Proponente: Associação Monte Sião

Por meio do futebol de salão, a associação pretende oferecer aos jovens carentes do município de Paranaguá (PR) experiências de relacionamento e contato com uma realidade diferente daquela em que vivem. A ideia é proporcionar ambientes mais saudáveis de convivência e criar condições para revelar talentos, aumentando as chances de construir um futuro profissional. O projeto é dirigido a meninos de 6 a 17 anos que apresentem habilidades para a prática esportiva, preferencialmente matriculados em escolas da rede pública.

No Movimento das Águas – Atibaia e Piquete (SP)

Proponente: Fundação Energia e Saneamento

O projeto visa minimizar a poluição de mananciais e o desperdício de água. A proposta consiste em criar um processo de mobilização, sensibilização e geração de conhecimento, por meio de oficinas que demonstrem a importância do recurso hídrico e promovam a transformação e a intervenção social pelos cidadãos. Contempla o município paulista de Piquete, com foco em áreas onde há infraestrutura precária de saneamento. O público tem perfil variado: podem ser líderes comunitários, gestores de organizações sociais, moradores locais, funcionários de empresas do entorno, pequenos empreendedores ou comerciantes.

Bonecos Urbanos em Ação – Andradina, Castilho, Palestina e Mirassol (SP)

Proponente: Cooperativa Paulista de Teatro

Dirigido a crianças, adolescentes e educadores dos municípios paulistas de Andradina, Castilho, Palestina e Mirassol, o projeto contempla espetáculos teatrais online de bonecos confeccionados com material descartável. As apresentações serão realizadas em escolas e instituições assistenciais, para estimular a conscientização da população. Além disso, haverá debate de temas relacionados à sustentabilidade com os participantes. Também está prevista oficina para confecção dos bonecos para crianças e adolescentes, destacando a importância da reutilização e da reciclagem dos resíduos sólidos.

Paralímpico IDD – Atibaia (SP)

Proponente: Instituto Daniel Dias

A proposta é implementar um núcleo de natação no município de Atibaia (SP) para atender aproximadamente 80 crianças, adolescentes e adultos (de 6 a 59 anos) que apresentem alguma deficiência de forma permanente. O projeto pretende aprimorar aspectos físicos, psicológicos, sociais e culturais, para oferecer as condições necessárias ao desenvolvimento destes participantes. As atividades serão planejadas mensalmente conforme avaliação realizada pelos profissionais. Haverá cinco turmas de 10 e 20 alunos cada uma, com aulas três vezes por semana.

Comente aqui