Data: 23/08/2019 09:04 / Autor: Rodolfo Albiero / Fonte: Consórcio Intermunicipal Grande ABC

Grande ABC prepara plano para atuação em casos de vazamento de gás

Comissão que trabalha com emergências no ABC recebe representes da Câmara Temática Metropolitana para Gestão de Riscos e da Cetesb


Reunião da Comissão P2R2 no Consórcio Intermunicipal Grande ABC
Reunião da Comissão P2R2 no Consórcio Intermunicipal Grande ABC

Crédito: Divulgação/Consórcio ABC

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC recebeu, nesta quinta-feira (22/8), representes da Câmara Temática Metropolitana para Gestão de Riscos Ambientais Urbanos e da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) para participar da preparação de um plano de gerenciamento de riscos nas sete cidades em caso de vazamento de gás.

O tema foi apresentado durante reunião da Comissão P2R2 (Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos) da região, realizada na sede da entidade regional, em Santo André.

O secretário-executivo da Câmara Temática Metropolitana, Ronaldo Malheiros Figueira, falou sobre o Plano de Gestão de Riscos Relacionados às Redes de Distribuição de Gás Natural na Região Metropolitana de São Paulo, elaborado pela Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) para integrar o projeto de lei do Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI), instrumento legal de planejamento que estabelece diretrizes, projetos e ações para orientar o desenvolvimento urbano e regional.

“Nossa intenção é que esse plano seja lançado em breve na região, encabeçada pelas Defesas Civis dos municípios que compõem o Consórcio ABC, a exemplo do que já aconteceu em São Paulo e nas cidades que integram o Consórcio Intermunicipal da Bacia do Juqueri. A iniciativa considera a rede de distribuição de gás na região e a necessidade de um plano de gestão destes riscos”, afirmou Figueira.

O analista de Controle Ambiental da Cetesb, Marco Antonio José Lainha, apresentou experiências práticas de atuação em casos de vazamento de gás em regiões urbanizadas. “Por meio da troca de experiências, podemos ponderar algumas situações que podem ser melhoradas e contribuir para o plano que está sendo elaborado”, disse.

Além da Cetesb, a Comissão P2R2 conta com representantes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros, polícias Ambiental e Rodoviária Federal e Estadual, Comitê de Fomento Industrial do Polo Grande ABC (Cofip), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), integrantes dos Grupos de Trabalho (GTs) do Consórcio ABC, entre outros.

Coordenador do GT Gestão de Riscos da entidade regional, Rafael Neves destacou que objetivo é potencializar o gerenciamento de riscos nas sete cidades. “As reuniões do P2R2 estão abertas para contribuições”, afirmou.

Comente aqui