Data: 29/05/2020 14:38 / Autor: Redação / Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Governo de SP orienta empresas para agilizar testagem em massa

Estado espera adesão voluntária do setor privado para massificar aplicação de testes segundo protocolos e orientações de saúde


Governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (29) protocolos para o setor privado aderir ao incremento de testes do coronavírus
Governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (29) protocolos para o setor privado aderir ao incremento de testes do coronavírus

Crédito: Governo do Estado de São Paulo

O Governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (29) protocolos para o setor privado aderir ao incremento de testes do coronavírus. A medida orienta gestores de empresas sobre prevenção e monitoramento das condições de saúde de funcionários, colaboradores e fornecedores e da segurança de clientes.

"Nesta fase de reabertura gradual da economia, o poder público pede e tem convicção de que terá o apoio da livre iniciativa na realização de testes em massa para ampliar a eficiência no enfrentamento da epidemia", disse Doria. "O diagnóstico preciso é fundamental, como sempre destacam os cientistas e membros do comitê de saúde, para controlar e superar o coronavírus", completou.

Os protocolos foram articulados com a Vigilância em Saúde do Estado e orientam como as empresas vão aderir de forma voluntária à realização e periodicidade de testes. São diretrizes e ações recomendadas para prevenção, triagem, testagem e contenção de casos. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico apoiará as empresas nos contatos com a Secretaria da Saúde.

Para prevenção, as empresas devem reforçar medidas de prevenção da doença divulgadas no Plano São Paulo, tais como distanciamento social, uso de máscaras, higiene das mãos, limpeza do ambiente de trabalho e afastamento de sintomáticos.

Para triagem, a recomendação é que as empresas apliquem um questionário de monitoramento dos sintomas para identificar e isolem casos suspeitos. Na sequência, vem a fase de testagem, com orientações sobre tipo e função de testes, fluxo de operacionalização, encaminhamentos e notificação dos casos.

Por fim, o protocolo definiu a fase de contenção, com orientações sobre como comunicar resultados dos testes para funcionários e adoção de medidas de contenção em caso de testes positivos na empresa.

Os testes nas empresas complementam a estratégia do Governo de São Paulo para monitorar a pandemia e se somam a 3,3 milhões de testes que foram adquiridos pelo Estado.

Comente aqui