Data: 04/07/2020 17:28 / Autor: Redação / Fonte: Governo de SP

Governo de SP apresenta Cartilha com orientações para a superação da pandemia

Documento elaborado pelas Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Desenvolvimento Regional apresenta panorama municipal da doença e recomendações detalhadas


Os secretários Marco Vinholi, de Desenvolvimento Regional, e Patrícia Ellen, de Desenvolvimento Econômico, apresentaram neste dia 2, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, a Cartilha dos Municípios. Ela é dirigida a municípios com população superior a 100 mil habitantes que estejam na fase mais restritiva, vermelha, do Plano SP. O objetivo do documento é apresentar um panorama abrangente da doença nas regiões do estado e, simultaneamente, um guia de orientações para que se possa superar com segurança o grande desafio de saúde representado pela Covid-19.

O documento foi produzido a partir de diálogo com os gestores municipais no Conselho Municipalista. Os contatos entre as autoridades estaduais e municipais propiciaram a constatação da utilidade e necessidade de uma Cartilha como esta. As gestões municipais têm produzido bons resultados e com esse subsídio em forma de Cartilha oferecido pelo Governo do Estado a expectativa é que possam ser reduzidas de forma eficaz as taxas de letalidade por Covid-19 no estado.

“A pandemia reforçou a convicção do Governo do Estado sobre a importância da cooperação com as cidades paulistas. Neste sentido, a Cartilha dos Municípios subsidiará aquelas com população superior a 100 mil habitantes com dados e informações relevantes para a correta avaliação da doença e sua superação”, afirmou o secretário Vinholi.

A Cartilha expõe ainda os critérios de classificação das regiões e municípios segundo o Plano SP. Entre elas, a capacidade do sistema de saúde local e regional para acolher pacientes, a evolução da pandemia, incluindo aí o número de novos casos por semana, as novas internações e eventuais óbitos.

O documento inclui igualmente um plano tático de ações locais nos bairros que demandam atenção prioritária devido ao aumento de infecções. Nestes casos, o município deverá reforçar três pilares de enfrentamento da pandemia, como reduzir a transmissibilidade da doença por meio de isolamento social, aumentar a testagem e mapear a cadeia de infecção.

Muitos municípios apresentam boa capacidade em seu sistema de saúde, mas precisam conter a rápida disseminação da doença. Além disso, é preciso reforçar ações complementares, como apoio à população vulnerável e melhora da comunicação com os moradores, pontua o documento.

Entre diversas recomendações que a Cartilha traz no sentido de redução da disseminação da doença, estão itens como fiscalizar, multar e eventualmente fechar locais de atividades não essenciais ainda abertos; verificar uso de máscaras faciais e cumprimento de protocolos de serviços essenciais; estabelecer barreiras sanitárias entre municípios vizinhos em estado crítico e aumentar capacidade do transporte público.

Comente aqui