Data: 16/08/2019 15:11 / Autor: Redação / Fonte: Secretaria de Esportes do Estado

Governo lança selo Amigo do Esporte do Estado de São Paulo

Objetivo é premiar instituições que incentivem a prática de esportes em cinco categorias diferentes


A Secretaria de Esportes do Estado acaba de regulamentar o selo “Amigo do Esporte”, que foi instituído pela Lei nº 16.632, de 2018. Além da regulamentação do previsto em lei, a pasta ampliou a participação para projetos esportivos de todos os segmentos, não apenas os da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte.

Trata-se de uma premiação anual com o objetivo de homenagear projetos de instituições que contribuam para o estímulo da prática esportiva. Todos os projetos e programas inscritos na Secretaria participam automaticamente da seleção. Outras ações poderão ser inscritas pelo e-mail seloamigodoesporte@sp.gov.br.

O projeto mais bem avaliado dentro de cada categoria receberá a gratificação, a ser revelada e entregue em evento no mês de novembro. A premiação contempla cinco categorias: Organização Amiga do Esporte, Instituição de Ensino Amiga do Esporte, Empresa Amiga do Esporte, Empresa/Organização Amiga da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte e Iniciativa Científica.

Os critérios que servirão como base para a avaliação dos projetos ou ações são: participação e impacto social, potencial de replicação, impacto esportivo, sustentabilidade e amparo ao atleta. A Secretaria de Esportes será responsável pela divulgação de todas as etapas das edições do Selo Amigo do Esporte.

O secretário de Esportes, Aildo Rodrigues Ferreira, falou sobre a importância do selo. “A participação da iniciativa privada, da comunidade científica e escolar e da sociedade civil como um todo tem papel importante na difusão da prática esportiva. Vamos homenagear aqueles que auxiliam para uma sociedade mais saudável, justa e com bons exemplos”, disse.          

A participação dos concorrentes ao programa é livre de inscrição, cabendo à Secretaria de Esportes apenas solicitar informações adicionais aos participantes, com propósito de melhorar o entendimento da Comissão Julgadora, quando e se necessário.

Comente aqui