Data: 13/08/2020 19:08 / Autor: Rodolfo Albiero / Fonte: Consórcio Intermunicipal Grande ABC

Governo autoriza convênio com Consórcio ABC para diagnóstico de economia solidária

Iniciativa será viabilizada a partir de emenda parlamentar proposta pelo deputado estadual Teonilio Barba e destinada à entidade regional


Crédito: Divulgação/Consórcio ABC

O Governo do Estado autorizou a celebração de um convênio entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e o Consórcio Intermunicipal Grande ABC para a elaboração de projeto de fortalecimento da economia solidária nas sete cidades. A autorização do governador João Doria foi publicada na edição desta quinta-feira (13/8) do Diário Oficial do Estado de São Paulo.

A iniciativa será viabilizada a partir de emenda parlamentar de R$ 300 mil do deputado estadual Teonilio Barba destinada à entidade regional, já aprovada pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) no ano passado e incluída no orçamento do governo estadual.

O objetivo do estudo é apontar as atuais fragilidades e também as potencialidades deste modelo de organização de atividades econômicas caracterizado pela autogestão e pela cooperação em empreendimentos coletivos, além de capacitar os empreendimentos existentes e auxiliar outros que possam se organizar.

O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, ressaltou que a iniciativa vai contribuir para estimular a economia solidária nas sete cidades, fortalecendo uma nova maneira de empreender e gerar renda e empregabilidade.

“A economia solidária tem ganhado espaço no mercado, pois traz propostas de geração de trabalho e renda que priorizam o desenvolvimento da sociedade como um todo”, afirmou.

Maranhão agradeceu ainda a iniciativa do deputado Teonilio Barba, que propôs a destinação dos recursos à entidade regional para a viabilização do projeto.

“O Consórcio ABC é um exemplo nacional e internacional para o desenvolvimento de políticas públicas regionais. Nosso trabalho ganha ainda mais força com o apoio dos deputados que representam o Grande ABC na Assembleia Legislativa e no Congresso”, concluiu Maranhão.

Comente aqui