Data: 15/04/2013 17:38 / Autor: Redação / Fonte: Ford

Ford e GM se unem para desenvolver transmissões automáticas de 9 e 10 velocidades


Transmissão Ford-GM
Transmissão Ford-GM

 

A Ford e a GM anunciaram um acordo de parceria para o desenvolvimento de uma geração totalmente nova e avançada de transmissões automáticas de 9 e 10 velocidades para automóveis, crossovers, utilitários esportivos e caminhões. A nova transmissão, com aplicação em tração dianteira e traseira, terá como foco a melhora no desempenho dos veículos, aumento da economia de combustível e satisfação do cliente.

A parceria permitirá às duas empresas projetar, desenvolver, testar e lançar carros com as novas transmissões de maneira mais rápida e com menor custo do que se cada uma trabalhasse de forma independente.

"Os times de engenharia da Ford e GM já começaram o trabalho inicial de design dessas novas transmissões", diz Jim Lanzon, vice-presidente global de Engenharia de Transmissões da GM. "Nós esperamos que essas novas transmissões aumentem o padrão da tecnologia, desempenho e qualidade para nossos consumidores, além de ajudar a melhorar o consumo de combustível dos próximos produtos de ambas as marcas."

Parceria de sucesso
Este novo acordo representa a terceira colaboração, na última década, envolvendo a Ford e a GM no desenvolvimento de transmissões. Essas parcerias permitiram às duas marcas entregar mais de 8 milhões de transmissões de 6 velocidades e tração dianteira, com alta qualidade e durabilidade aos consumidores de todo o mundo.

A Ford utilizou essa transmissão de 6 velocidades em alguns dos veículos mais vendidos dos Estados Unidos, como o sedã Fusion, o crossover Edge e os utilitários esportivos Escape e Explorer, enquanto a GM aproveitou a tecnologia em veículos de alto volume, como Chevrolet Malibu, Chevrolet Traverse, Chevrolet Equinox e Chevrolet Cruze. A parceria inicial serviu como modelo para este novo acordo. Como antes, cada empresa vai fabricar suas próprias transmissões nas respectivas fábricas, utilizando muitos componentes em comum.

"O objetivo é manter a mesma tecnologia de transmissão na Ford e na GM. Isso aumentará a padronização de peças e dará às duas companhias economia de escala", diz Craig Renneker, engenheiro chefe da Ford. "No entanto, cada empresa irá usar seu próprio software de controle para garantir que cada transmissão seja cuidadosamente combinada de maneira individual com o DNA do veículo de cada marca."

"Com a transmissão automática de 6 velocidades que temos em produção hoje, já provamos que os engenheiros de transmissão da Ford e GM trabalham muito bem juntos", diz Joe Bakaj, vice-presidente de Engenharia de Powertrain da Ford. "Nossas transmissões de tração dianteira superaram as expectativas e não há razão para acreditar que não teremos o mesmo sucesso com essas novas transmissões."

"Este acordo proporciona enormes benefícios para ambas as empresas e renderá grandes dividendos para os nossos clientes e acionistas", acrescenta Lanzon. "Ao compartilhar o desenvolvimento dessas duas novas famílias de transmissões, GM e Ford serão capazes de utilizar com mais eficiência o capital humano para desenvolver futuras transmissões ainda mais avançadas e trazê-las ao mercado mais rapidamente do que se trabalhassem sozinhas."

Detalhes técnicos e informações sobre a utilização das transmissões nos veículos serão divulgados por cada montadora no momento adequado, antes do lançamento.

Comente aqui