Data: 05/05/2021 13:45 / Autor: Redação / Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Fábricas de Cultura oferecem programação online e diversificada no mês de maio

Encontros literários, bate-papos e oficinas fazem parte das atividades virtuais das Fábricas de Cultura da Zona Leste e de São Bernardo, que acontecem no canal do Youtube das unidades


Fábrica de Cultura São Bernardo do Campo
Fábrica de Cultura São Bernardo do Campo

Crédito: Gabriel Inamine

As Fábricas de Cultura da Zona Leste e de São Bernardo do Campo, instituições da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, oferecem no mês de maio uma programação online diversificada para todos os públicos. Entre as atividades estão: Encontro de Leitores: Mulheres do Brasil - A História não Contada; Atividade Literária: Clássicos Brasileiros; Roda de Conversa: Bate-papo com o artista plástico Paulo Terra; Contação de História - Não me toca seu Boboca; Oficina de Criação: Erwin Wurm - O corpo é a casa (Dia do Artista Plástico), entre outras. Mais detalhes no site: http://www.fabricasdecultura.sp.gov.br/.

Confira a programação completa de cada uma das unidades:

Na Fábrica de Cultura Vila Curuçá haverá Encontro de Leitores: Mulheres do Brasil - A História não Contada, no dia 5, às 11h, resgatando a história de mais de 200 mulheres das mais variadas épocas que tiveram suas biografias alteradas; Atividade Literária: Clássicos Brasileiros, para celebrar o Dia da Literatura Brasileira e o aniversário do romancista José de Alencar, com leitura de clássicos no dia 7; Roda de Conversa: Bate-papo com o artista plástico Paulo Terra sobre seu processo de produção artística com resquícios de madeira de derrubadas e queimadas, propondo uma reflexão sobre a destruição das florestas no dia 8, às 14h; Contação de História: A Árvore de Amrita, dia 12, às 10h; Atividade: Abolição, o que você sabe sobre?, que aborda o Movimento Abolicionista que levou à libertação dos escravos pela Lei Áurea, em 13 de maio de 1888 e foi a primeira campanha de dimensões nacionais com participação popular. Baseado no livro: 1889, de Laurentino Gomes, acontece dia 13; Contação de História: Fátima, a Fiandeira, inspirada no conto grego "Fátima, a Fiandeira", dia 18, às 16h.

Já na Fábrica de Cultura Sapopemba, será celebrado o Dia do Artista Plástico com Roda de Conversa que traz a trajetória da artista autodidata Maria Auxiliadora, negra e pintora que conquistou reconhecimento nacional e internacional, dia 8, às 11h; Dia da Abolição da Escravatura no Brasil com a Poesia da Abolicionista Maria Firmina dos Reis, dia 13, às 15h; Dia de Combate à Homofobia com uma programação voltada aos artistas da cena LGBTQI+, dia 15, às 15h; Encontro para debater o Dia Nacional do Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual das Crianças e Adolescentes com Contação de História - Não me toca seu Boboca, no dia 18, às 15h; Live entrevista no dia 28, às 19h, com a educadora e ceramista Natália Scromov Espada, em comemoração ao Dia do Ceramista;

Fábrica de Cultura Itaim Paulista irá celebrar o Dia do Artista Plástico com a educadora de Arte Urbana Katia Suzue, em um bate-papo sobre a profissão e técnicas de desenhos, formas e cores na criação, no dia 7, às 14h; No dia 11, às 15h, haverá um Encontro de Leitores + Intervenção na Biblioteca: Sarau para as Mães, apresentando artes criadas para as matriarcas pelos alunos. Já no dia 13, será realizada uma Roda de Conversa: Quantas pedras existem no caminho?, em memória ao Dia da Abolição da Escravatura. O público será convidado a ouvir e a discutir sobre o poema de Carlos Drummond de Andrade "No meio do caminho"; Leitura Mediada: O Livro da Família, no dia 15, às 15h; Roda de conversa no dia 18, sobre obras audiovisuais que estimulam reflexões importantes e necessárias de combate a homofobia, com exibição de trechos dos trailers dos filmes: Hoje eu quero voltar sozinho, Me chama pelo seu nome; Por fim, um encontro com o coletivo de artistas da Zona Leste de São Paulo FRIZZSOM, destacando o processo criativo e musical relacionado à improvisação livre, no dia 29, às 15h.

Na Fábrica de Cultura Parque Belém terá Contação de História - Chico Mendes: uma história para as crianças em celebração ao Dia do Líder Comunitário, no dia 19 às 11h; Encontro de Leitores - Sementes-Palavras no dia 5, às 11h; Oficina de Criação Erwin Wurm - O corpo é a casa para comemorar o Dia do Artista Plástico, dia 8, às 15h e dia 14 às 11h; Encontro com Autores: Felipe Castro, Janaina Marquesini, Luana Costa e Raquel Munhoz com o tema: Quelé, a Voz da Cor, em celebração ao Dia da Abolição da Escravatura, dia 13, às 15h; Bate-papo Falas da Terra no Dia da Mata Atlântica, debatendo o documentário de mesmo nome, dia 27, às 11h;

A Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes fará um Encontro com o autor: William Sousa, no dia 14, às 15h. William Sousa é professor de História e neste encontro o foco será uma conversa sobre o Dia da Abolição da Escravatura; e, por fim, duas Rodas de Conversas: Me chame pelo seu nome, no dia 15, às 15h, para uma reflexão crítica sobre a temática amorosa, e O Tom do Amor, sobre a história da música brasileira e da bossa nova por meio do talento de Tom Jobim, dia 28, às 15h.

Já a Fábrica de Cultura São Bernardo do Campo faz uma Live em celebração ao Dia do Artista com trabalhos realizados no Ateliê pelos alunos e os caminhos de criação, no dia 11, às 11h; Encontro com autores: Alan Cassiano e sua obra surreal, com entrevista do grande artista do ABC Paulista contando sua trajetória, dia 11 e com a autora Aldirene Máximo sobre a importância do papel feminino na literatura, no dia 19, às 14h; e, fechando, com a Roda de Conversa: Trabalho - Escravidão, Direitos e Lei, em celebração ao Dia da Abolição da Escravatura no dia 13, às 14h.

Comente aqui