Data: 07/12/2021 19:06 / Autor: Redação / Fonte: Governo de São Paulo

Estudantes da rede estadual optam por itinerários formativos integrados

Rematrícula indica preferência por Ciências Humanas e Linguagens


Crédito: Governo do Estado de São Paulo

Estudantes da 1ª série da rede estadual confirmam a rematrícula e definem os itinerários formativos de maior interesse. A partir de 2022, todas as 3,7 mil escolas estaduais de ensino médio vão ofertar, para a 2ª série, pelo menos dois itinerários formativos, que contemplem as quatro áreas do conhecimento - Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza -, além da formação técnica ou profissional via Novotec.

No total, 403,5 mil estudantes concluíram o processo via Secretaria Escolar Digital (SED) ou aplicativo Minha Escola, onde puderam ranquear os aprofundamentos curriculares preferidos, conforme alinhamento entre o projeto de vida individual alinhado à relação ofertada nas escolas, que foi desenvolvida através da manifestação de interesse ocorrida em julho.

A lista foi liderada pelos itinerários integrados. Ciências Humanas e Linguagens (Cultura em movimento: diferentes formas de narrar a experiência humana), com 87,9%, foi o mais citado no acumulado. A segunda colocação ficou com Ciências da Natureza e Matemática (Meu papel no desenvolvimento sustentável), com 74,2%. Linguagens e Ciências da Natureza (Corpo, saúde e linguagens) fechou a relação dos três primeiros, com 43,3%. Matemática e Ciências Humanas (#quem_divide_multiplica) e Linguagens e suas tecnologias (#SeLigaNaMídia) apareceram na sequência, com 31,5% e 28,8%, respectivamente. Entre as opções de formação técnica, destaques para Informática para Internet e Administração.

“A escola passa a fazer mais sentido para o futuro dos nossos estudantes. Os itinerários formativos exercem papel fundamental para que os jovens se sintam ainda mais preparados para os desafios que virão, seja na conquista de melhores oportunidades no mercado de trabalho ou para o ingresso no ensino superior. Isso porque os aprofundamentos propostos também ofertam conhecimentos exigidos pelos exames vestibulares”, analisa o Secretário da Educação, Rossieli Soares.

Comente aqui