Data: 27/11/2019 15:08 / Autor: Redação / Fonte: Assessoria de Imprensa Itaú Cultural

O espetáculo Stabat Mater é o tema do Encontro com Espectadores no Itaú Cultural

Realizado em parceria do instituto e o site Teatrojornal – Leituras de Cena


O espetáculo Stabat Mater é o tema do Encontro com Espectadores no Itaú Cultural
O espetáculo Stabat Mater é o tema do Encontro com Espectadores no Itaú Cultural

Crédito: Divulgação

O encontro reúne Janaina Leite, dramaturga, atriz diretora e performer da peça e Lara Duarte, dramaturgista e assistente de direção da mesma apresentação, que coloca em cena a história da Virgem Maria ao longo dos séculos e aborda a relação do feminino com o erotismo e a maternidade

O Itaú Cultural realiza mais um Encontro com Espectadores no dia 1 de dezembro (domingo), às 15h, com foco no espetáculo Stabat Mater. As convidadas desta edição, última em 2019, são a atriz, diretora e autora da peça, Janaina Leite, e a dramaturga e assistente de direção Lara Duarte para uma conversa sobre a peça, em cartaz até 11 de dezembro, no Teatro de Contêiner Mungunzá. A crítica teatral Maria Eugênia de Menezes, uma das fundadoras do Teatrojornal, como o qual o instituto firma parceria para este evento, e colaboradora do jornal O Estado de S.Paulo.

Em Stabat Mater, Janaina propõe o formato de uma palestra-performance sobre a história da Virgem Maria, ao longo dos séculos, a partir de texto da filósofa e psicanalista búlgara Julia Kristeva. A montagem busca as origens de um arranjo histórico entre o feminino e o masculino – refletido, por exemplo, no jogo de carrasco e da vítima ou de sua antecipação pelo gozo e a dor –, que o trabalho procura desarmar. De algum modo, com esta peça a atriz justifica a ausência de sua mãe no espetáculo anterior Conversas com meu Pai. Não por acaso, ela, Amália Fontes Leites, entra em cena na montagem, em cujo elenco também está o ator pornô Príapo.

O Encontro com Espectadores é realizado todos os meses no Itaú Cultural. Com a proposta de reunir críticos, artistas e o público em torno de um espetáculo em cartaz na cidade, a iniciativa começou a ser realizada pelo coletivo de críticos do Teatrojornal, a partir do desejo de intensificar a mediação entre arte e público. Desde 2018, a ação passou a ter como endereço o Itaú Cultural, na Avenida Paulista, em parceria com o instituto.

Sobre o Teatrojornal

Site de crítica teatral criado em 2010 e empenhado na difusão e análise da cena contemporânea. Seu nome evoca o Teatro Jornal, técnica que estimula o cidadão a elaborar cenas a partir do noticiário, batizado pelo diretor e dramaturgo Augusto Boal (1931-2009), teórico do Teatro do Oprimido. Essa lembrança traduz nosso desejo de valorização da crítica jornalística, definida como aquela que não abre mão do rigor, mas busca dialogar com um amplo círculo de leitores. A equipe editorial é formada por Beth Néspoli, Maria Eugênia de Menezes e Valmir Santos, seu criador.

Os convidados

Janaina Leite é dramaturga, diretora e performer de Stabat Mater. Atriz cofundadora do premiado Grupo XIX de Teatro (2001), sediado em São Paulo. Já se apresentou em países tais quais França, Alemanha, Portugal, Cabo Verde e Inglaterra. Com os espetáculos Festa de Separação: Um Documentário Cênico (2009) e Conversas com Meu Pai (2014) iniciou sua pesquisa sobre o documentário e o uso de material autobiográfico em cena. Doutoranda pela Escola de Comunicação e Artes da USP e bolsista da Fapesp. Atua na orientação de oficinas, cursos e palestras por todo o Brasil. É autora do livro Autoescrituras Performativas: Do Diário à Cena (Editora Perspectiva, 2017). Orienta também os núcleos de pesquisa Feminino Abjeto 1 Feminino abjeto 2 - O vórtice do masculino, fundamentais laboratórios para a criação de Stabat mater. Este espetáculo teve seu texto contemplado pelo Edital da 5ª Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos do Centro Cultural São Paulo (2018); ficou entre os finalistas do Concurso Nascente da USP; e integrou a 6ª Mostra Internacional de São Paulo (MITsp), por meio da MITbr – Plataforma Brasil (2019). O trabalho estreou em junho de 2019 no CCSP e é parte de sua pesquisa sobre o real obsceno.

Lara Duarte é dramaturgista e assistente de direção em Stabat Mater. Bacharela em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e formada em dramaturgia pela SP Escola de Teatro. Participou do programa de iniciação científica da UFBA com o projeto A Escrita-falada: Dramaturgias da Contação de História. Integrou o Teatro Base – Grupo de Pesquisa Sobre o Método da Atriz, como performer e dramaturga, no qual desenvolveu a pesquisa Tem Drama: Construções Dramatúrgicas de uma Realidade Ficcionada. Integrou o Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi SP. Criadora da performance cênica Como Medeia Para Minha Mãe e da peça Remedeia.

Sobre a mediadora

Maria Eugênia de Menezes é crítica teatral, formada em jornalismo pela USP, com especialização em crítica literária e literatura comparada pela mesma universidade. É colaboradora de O Estado de S.Paulo, jornal onde trabalhou como repórter e editora, entre 2010 e 2016. Também escreveu para Folha de S.Paulo, entre 2007 e 2010. Foi curadora de programas, como o Circuito Cultural Paulista, e jurada dos prêmios Bravo! de Cultura, APCA e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. É autora da pesquisa Breve Mapa do Teatro Brasileiro e de capítulos de livros, como Jogo de corpo (Martins Fontes, 2014). Foi professora convidada em instituições como a Universidade de São Paulo e o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc.

SERVIÇO:
Encontro com Espectadores
Dia 1 de dezembro (domingo), às 15h
Sobre o espetáculo Stabat Mater
Com Janaina Leite e Lara Duarte
Mediação de Maria Eugênia de Menezes
Sala Vermelha (Piso 3)
Capacidade: 70 lugares
Duração: 120 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Entrada gratuita
Reservas online até 3 horas antes do evento pelo site www.itaucultural.org.br
Distribuição de ingressos:
Público preferencial: 1 hora antes do espetáculo (com direito a um acompanhante)
Público não preferencial: 1 hora antes do espetáculo (um ingresso por pessoa)
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:
3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 10.
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
Acesso para pessoas com deficiência
Ar condicionado
www.itaucultural.org.br
www.facebook.com/itaucultural
www.instagram.com/itaucultural/
twitter.com/itaucultural
www.youtube.com/itaucultural
www.linkedin.com/company/itaucultural

Comente aqui