Data: 28/06/2022 15:56 / Autor: Redação / Fonte: Espaço Unimed

Edson e Hudson estreiam a nova turnê em SP

Um novo cenário, ainda mais moderno, mas sem perder a cultura e a tradição sertaneja, também foi desenhado para a tour inédita de Edson e Hudson


EDSON & HUDSON - FALA
Edson e Hudson
Edson e Hudson

Crédito: Giba Jr.

''O público do Espaço Unimed pode esperar por um show sem igual. Nossa apresentação está de cara nova, com um repertório ainda mais surpreendente! Escolhemos São Paulo para dar o pontapé da nova tour que está simplesmente linda, inesquecível. É o show das nossas vidas. Preparem-se”, dizem Edson e Hudson.

Se já não bastasse uma infinidade de hits que ajudaram a escrever a história da música sertaneja reunidos em um grande espetáculo, Edson e Hudson prometem uma experiência extraordinária. A estreia, tão aguardada pelos artistas e também pelos fãs, acontecerá no dia 10 de julho, no Espaço Unimed - o novo nome do Espaço das Américas – a partir das 20h.

“Não é apenas um show, onde o público senta e assiste. A nossa proposta é uma experiência, uma vivência dentre os nossos clássicos, que falam muito de nós e de épocas importantes da vida de cada um dos nossos fãs. É um olhar carinhoso, diria até primoroso, para a música sertaneja e seus grandes nomes, reverenciados por nós em uma justa homenagem, uma mistura de emoções e sentimentos. A música nos permite viajar e esse é o convite, para que estejam conosco em nosso novo espetáculo e apenas sintam”, diz Hudson.

No repertório dos irmãos, sucessos não faltam! Para rasgar o coração, Edson e Hudson confirmam “Foi Deus”, “Deixa Eu Te Amar”, “Foi Você Quem Trouxe”, “Fala”, “Porta Retrato”, Tá No Meu Coração” e “Esqueça Que Eu Te Amo”. Na mesma intensidade do amor estão canções de sucesso cheia de ritmos e que contagiam como “Festa Louca”, “Galera Coração” e a inesquecível “Azul”, o primeiro sucesso da carreira. O bom humor, presente na trajetória dos cantores, está em “Rabo de Saia”, “Me Bate, Me Xinga” e “Ela Encasquetou”.

Sem esquecer as origens, a dupla prepara algumas homenagens a grandes ídolos, como Milionário e José Rico, Chitãozinho e Xororó, Zezé di Camargo e Luciano e Chystian e Ralf. “É preciso fazer esse exercício, olhar para aqueles que vieram antes de nós, que abriram espaço para o mercado sertanejo. Nós gostamos demais de cada um deles e trazê-los para dentro do nosso show é sinal de respeito e de amor, por eles e pela música”, explica Edson.

Um novo cenário, ainda mais moderno, mas sem perder a cultura e a tradição sertaneja, também foi desenhado para a tour inédita de Edson e Hudson. Com ele, acompanham um projeto de iluminação e projeções, promovendo movimento e profundidade na fusão entre a sensibilidade e a qualidade técnica dos irmãos.

Edson e Hudson nasceram no circo e foi literalmente no picadeiro onde tudo começou. Incentivados pelo pai, o palhaço Beijinho, formaram a dupla Pep e Pupi que depois se transformou em Edson e Hudson. Os anos de luta foram recompensados no ano 2000 com a faixa “Azul”. Na sequência, tudo o que os irmãos gravavam e até o que tinha sido registrado anteriormente, se transformou em sucesso. A afinação e extensão vocal de Edson e os riffs inconfundíveis da guitarra de Hudson criaram um paradigma no mercado sertanejo. Com eles, a cena do gênero se transformou e deu início à uma nova era musical, com ritmos e influências diferentes, apresentando o novo sertanejo com atitude rock’n roll.

Ao longo da carreira, gravaram mais de 500 músicas, venderam cerca de 12 milhões de cópias. Se o objetivo de todo artista é fazer sucesso, o de Edson e Hudson é entrar para a história. E isso, eles já fizeram.

Comente aqui