Data: 11/09/2019 09:24 / Autor: Redação / Fonte: Cruz Vermelha de São Paulo

Cruz Vermelha de São Paulo divulga balanço da Campanha do Agasalho

Instituição supera meta de arrecadação e entrega 26,9 toneladas de agasalhos, sapatos e cobertores para comunidades vulneráveis da região metropolitana


A Cruz Vermelha Brasileira – Filial de São Paulo encerrou a 11ª edição da sua tradicional campanha de arrecadação de agasalhos. Intitulada "Aqueça São Paulo", a iniciativa teve como objetivo arrecadar roupas de frio para ajudar a população em situação de vulnerabilidade a enfrentar as baixas temperaturas do inverno com maior conforto e dignidade.

Foram doadas 26,9 toneladas de peças - quase 10 toneladas acima da meta prevista no início da ação. "Obrigada a todos que abraçaram essa causa junto comigo. Foi incrível ajudar a aquecer o inverno de quem precisa. A solidariedade sempre vai fazer a diferença no mundo", disse Sabrina Sato, madrinha da ação deste ano. A apresentadora doou sua imagem para estampar a campanha da CV e incentivar a população e seus seguidores para contribuir com doações.

O montante arrecadado beneficiou diretamente 20.080 mil pessoas de 110 comunidades em situação de vulnerabilidade da capital e municípios próximos como Limão, Pedreira, São Miguel Paulista, Jardim Damasceno, Carapicuíba e Ribeirão Pires.

"Doar é um ato que faz bem tanto para quem pratica quanto para quem recebe. Ficamos muito felizes com a participação da Sabrina porque ela tem esse espírito solidário que queremos incentivar. E mais uma vez alcançamos um excelente resultado graças ao apoio desses parceiros especiais, do envolvimento dos nossos zelosos voluntários e do comprometimento e apoio da população com o trabalho da Cruz Vermelha de São Paulo," afirmou Aline Rosa, gerente de Projetos Sociais e Voluntariado da Cruz Vermelha de São Paulo.

Fazendo a diferença

Ícone de moda, beleza e carisma, a apresentadora Sabrina ainda liderou uma ação nas redes sociais onde convidou diversos influenciadores a apoiarem a campanha da Cruz Vermelha. Nomes como Henri Castelli, Ticiane Pinheiro e Natália Guimarães foram apenas alguns dos que participaram da ação e convocaram seus seguidores a contribuir com doações.

Apoios e parcerias

A Cruz Vermelha contou mais uma vez com o apoio de importantes parceiros na divulgação da campanha e na coleta de doações – ao todo, foram mais de 300 pontos de coleta entre shoppings, instituições de ensino e religiosas, clubes, comércios e restaurants.

Nos primeiros dias do inverno a ação foi estampada nos painéis dos abrigos de ônibus da capital paulista, em parceria com a Otima, e nos relógios urbanos da cidade, por meio da parceria com a JCDecaux. Também os shoppings centers Iguatemi, Market Place, Pátio Higienópolis, JK Iguatemi e Iguatemi Alphaville abraçaram a ação e pelo terceiro ano consecutivo, foram pontos de coleta de doações para a campanha.

Na medida exata

A entrega de doações no tamanho e segundo as "preferências" de cada pessoa é um dos diferenciais da campanha da Cruz Vermelha. A entidade realiza um cadastro prévio contendo dados socioeconômicos e informações sobre vestuário – tamanho, identidade de gênero e limitações religiosas, de cada beneficiado. A partir daí, são montados kits com doações no tamanho específico da pessoa e respeitando as suas individualidades.

Nesta edição, foram entregues 4,3 toneladas de doações dentro desse critério do cadastramento. Ao todo, 4.024 mil pessoas foram atendidas.

"Quando as pessoas recebem as sacolas da Cruz Vermelha com as roupas dobradas, limpas e no tamanho delas, elas sentem toda nossa atenção e amor para com elas. Isso é único e muito importante," afirmou Aline.

Comente aqui