Data: 16/05/2022 12:55 / Autor: Redação / Fonte: Correios

Correios recebe certificação internacional de segurança da UPU

Correios passam a fazer parte do grupo de operadores reconhecidos pela agência por cumprir as exigências internacionais de segurança estabelecidas pela OACI


Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Na última quinta-feira (12), os Correios foram reconhecidos pela União Postal Universal (UPU/ONU) como operador logístico seguro para o transporte de carga aérea internacional, conforme os requisitos da agência da ONU.

A estatal recebeu o Certificado de Segurança Postal por Equivalência, que reconhece a outorga de Agente de Carga Aérea acreditado e emitido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ambas as certificações reconhecem que todas as encomendas internacionais exportadas pelos Correios, via transporte aéreo, são inspecionadas e estão livres de ameaças à segurança da aviação.

Também foram certificadas as instalações operacionais da empresa, para verificação de controle de acesso e segurança contra ilícitos, resguardando assim operadores, aeronaves, passageiros e população. Atualmente, a carga postal internacional de exportação é enviada ao exterior pelo Centro Internacional dos Correios, em São Paulo.

Ações e investimentos – Após o aprimoramento das rotinas de segurança nos centros operacionais e a priorização de investimentos, os Correios foram reconhecidos pela adequação às normas S58 e S59, emitidas pela UPU, que tratam das medidas gerais de segurança postal a serem observadas por operadores logísticos em todo o mundo.

A estatal, que nos últimos três anos executou mais de R$ 124 milhões em recursos para reduzir vulnerabilidades e ampliar o grau de proteção em todo o fluxo postal, investiu tanto na infraestrutura em cadeia logística quanto na melhoria dos procedimentos de segurança nas unidades de atendimento e operacionais – centros de tratamento de cartas, encomendas, terminais aéreos e centros internacionais.

Novos equipamentos de raios-x foram adquiridos e instalados em vários centros de tratamento para coibir o tráfego de itens proibidos no serviço postal.

Essas e outras medidas foram fundamentais para o cumprimento das recomendações emanadas pela UPU, que permitiram mais essa relevante certificação aos Correios.

A iniciativa da UPU, órgão que coordena o sistema postal entre as nações, visa formar uma rede mundial de transporte postal seguro. Assim, os Correios passam a fazer parte do grupo de operadores reconhecidos pela agência por cumprir as exigências internacionais de segurança estabelecidas pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI).

Comente aqui