Data: 15/11/2019 13:28 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Chuva não dá trégua em São Paulo durante feriado de Proclamação da República

O tempo permanece nublado em São Paulo durante o feriado de Proclamação da República, neste 15 de novembro, após as fortes chuvas que atingiram a capital paulista na noite desta quinta


Chuva não dá trégua em São Paulo durante feriado de Proclamação da República
Chuva não dá trégua em São Paulo durante feriado de Proclamação da República

Crédito: Divulgação

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), nesta manhã, há previsão de chuva leve. A partir do meio da tarde, as áreas de instabilidade se afastam e o tempo volta a ficar firme. Os termômetros não ultrapassam os 23ºC.

No final de semana, o tempo permanece seco, mas com pouca probabilidade de chuva. A temperatura mínima prevista é de 16°C e a máxima deve chegar aos 25°C no período da tarde.

Chuva

Na Grande São Paulo, uma passarela da Marginal do Tietê desabou na noite desta quinta, no sentido da Rodovia Castello Branco, entre a Ponte do Piqueri e umas das alças de acesso à Rodovia Bandeirantes. Três carros foram atingidos e duas pessoas ficaram feridas. Todas as faixas no sentido Castello chegaram a ser interditadas, o que complicou o trânsito na região, já congestionado por causa da saída de veículos na véspera do feriado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, até às 6h desta sexta-feira, apesar de não haver áreas com enchentes ou alagamentos, foram registradas 69 quedas de árvores e 8 desmoronamentos.

Estradas

No sistema Anchieta-Imigrantes, principal acesso às praias da Baixada Santista e litoral sul, a previsão é de que ao menos 250 mil veículos peguem a estrada no sentido do litoral. Às 7h, a concessionária Ecovias registrava lentidão em direção ao litoral do km 28 ao km 32 e do km 40 ao km 43, devido ao excesso de veículos.

Quem segue para o litoral norte, enfrentará a chamada Operação Descida na Rodovia dos Tamoios. Segundo a concessionária que administra o trecho, há, na estrada, acúmulo de 84 mm de chuvas nas últimas 72 horas.

O Protocolo de Segurança determina que, ao atingir 100 mm, o trecho seja interditado devido ao risco de queda de barreiras. O tráfego é intenso, mas sem pontos de parada, no sentido litoral e livre no sentido São José dos Campos. A concessionária espera 137 mil veículos descendo a serra, no sentido de Caraguatatuba.

Comente aqui