Data: 12/07/2019 12:27 / Autor: Redação / Fonte: SESC Ipiranga

Celso Frateschi estreia "Diana" no Sesc Ipiranga

Com direção de Rudifran Pompeu, espetáculo encenado pela primeira vez em 1999 retorna ao palco em nova versão.


 Celso Frateschi comemora 20 anos do Ágora com nova versão de "Diana" no Sesc Ipiranga
Celso Frateschi comemora 20 anos do Ágora com nova versão de "Diana" no Sesc Ipiranga

Crédito: Edson Kumasaka

Entre 12/7 e 04/8, o Sesc Ipiranga recebe "Diana", espetáculo que comemora duas décadas de existência do Teatro Ágora. Com dramaturgia e atuação de Celso Frateschi e direção Rudifran Pompeu, a peça narra a saga de um professor de línguas de um colégio da periferia, descrente e cansado das palavras das pessoas, que prefere conversar com as coisas. O espetáculo acontece dentro do projeto "Teatro Mínimo" e os ingressos podem ser adquiridos no Portal Sesc ou nas Bilheterias das Unidades.

A dramaturgia

Durante a década de 1960, um professor paulistano desesperançoso com as relações humanas se apaixona pela escultura "Saindo do Banho", do italiano Victor Brecheret (1894 -1955), que representa um corpo nu feminino deitado. A obra, instalada no Largo do Arouche, logo é batizada de "Diana" pelo docente que, ao ser preso por engano, mergulha na ilusão e na cólera do sentimento de autoconfinamento criado por esta paixão. Criada a partir de um exercício de dramaturgia baseado em "Diário de Um Louco", do russo Nicolai Gogol (1809-1952), o texto ronda sentimentos como a perda, o desprezo e a intolerância.

De acordo com Rudifran Pompeu, a figura do professor apegado aos conceitos conservadores que, mesmo assim, insiste em um sentimento de "loucura", representa a situação humana no contemporâneo. "O espetáculo é um imenso caminho de possibilidades e proporciona no campo do debate a real disputa de um certo tipo de pensamento que, nesse instante, toma a América Latina e os mais variados brasis que habitam as nossas terras", explica o diretor.

Sobre o Ágora Teatro

Fundado em 1999 por Celso Frateschi, Sylvia Moreira e Roberto Lage em São Paulo, o Ágora, com sede própria no bairro do Bixiga, caracteriza-se não apenas pela produção e apresentação de montagens, mas também por organizar ciclos de debates, seminários, pesquisas, leituras e promover a publicação de obras que documentam esses encontros.

Sobre o Teatro Mínimo

Criado em 2011 pela equipe de programação do Sesc Ipiranga, o projeto apresenta uma série de espetáculos intimistas, baseados essencialmente no trabalho de interpretação do ator, trazendo textos que tenham como foco o trabalho de expressividade do intérprete.

Ficha Técnica

Texto: Celso Frateschi

Direção: Rudifran Pompeu

Interpretação: Celso Frateschi

Cenário e Figurino: Sylvia Moreira

Trilha Original: Demian Pinto

Concepção de Luz: Wagner Freire

Direção de Movimento: Vivien Buckup

Produção: Ágora Teatro

Serviço

Quando: de 12/7 a 04/8| Sextas, às 21h30 | Sábado, às 19h30| Domingos, às 18h30.

Onde: Auditório (30 lugares)

Quanto: R$ 6,00 (Credencial) | R$ 10,00 (Meia) | R$ 20,00 (Inteira)

Duração: 60min

Classificação: 14 anos

Sesc Ipiranga

R. Bom Pastor, 822 - Ipiranga, São Paulo |Tel: 3340-2000


Crédito: Nataly Cavalcanti

Comente aqui