Data: 11/09/2013 15:21 / Autor: Redação / Fonte: Oficina de Mídia

Campanha nacional Pelo Fim da Impunidade ultrapassa meta

Abaixo-assinado tem assinaturas de diversos movimentos e famílias de vítimas de todo o país será entregue no Congresso Nacional


A campanha nacional Pelo Fim da Impunidade, que solicita medidas mais rígidas aos crimes contra a vida, previstos na nova proposta de Código Penal, que se encontra sob análise no Congresso Nacional, superou a meta das 100 mil assinaturas previstas inicialmente – no total, houve 108 mil adesões.

A iniciativa, promovida pela União em Defesa das Vítimas de Violência (UDVV), teve início no ano passado, com a elaboração e entrega do projeto no Senado. Desde então, diversos movimentos, entidades, ONGs e famílias de vítimas aderiram à campanha em vários estados, como Mato Grosso, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Pará.

 “Vencemos uma etapa, que era obter apoio a essa importante causa. Agora, vamos juntar as últimas assinaturas para providenciar a entrega do abaixo-assinado a todos os senadores e deputados federais. A intenção é sensibilizá-los a promoverem as mudanças necessárias para garantirmos um Código Penal atualizado aos dias de hoje, que coíba, de fato, a violência, a criminalidade e a impunidade”, explica Roberto Sekiya, um dos coordenadores da UDVV.

Entre as pessoas que assinaram o documento constam parlamentares, como os deputados federais Romário e Keiko Ota, e outras personalidades, como o jornalista José Luiz Datena, apresentador da TV Band.

Comente aqui