Data: 20/01/2020 13:59 / Autor: Redação / Fonte: assessoria

Camerata Sé faz primeiro concerto da temporada 2020 no aniversário de SP

Primeira orquestra brasileira especializada no acompanhamento de música coral se apresenta na Catedral Metropolitana de São Paulo (Sé) com entrada franca


Apresentação da Camerata Sé e o Coro Luther King na Catedral Metropolitana de São Paulo (Sé), sob regência de Martinho Lutero
Apresentação da Camerata Sé e o Coro Luther King na Catedral Metropolitana de São Paulo (Sé), sob regência de Martinho Lutero

Crédito: Luciney Martins

Na estreia da temporada 2020, a Camerata Sé homenageia a cidade de São Paulo. A primeira orquestra brasileira especializada em acompanhamento de música coral se apresenta na Nave Central da Catedral Metropolitana de São Paulo (Sé) no dia 25 de janeiro, sábado, às 10h30, com entrada franca. No programa está a Missa de Alcaçuz, de Danilo Guanais, com regência de Martinho Lutero Galati de Oliveira, responsável também pela direção artística do grupo. Destaque para a participação de Lulinha Alencar na sanfona, que confere à composição clássica cores e ritmos típicos das tradições do nordeste do Brasil.

O Coro Luther King participa do concerto. Em 2020 o grupo coral comemora 50 anos de atividades ininterruptas na cidade de São Paulo. O ator Pascoal da Conceição também integra o elenco da apresentação, interpretando o poeta, escritor, crítico literário, musicólogo e ensaísta Mário de Andrade, lendo alguns de seus textos.

Sobre a obra

Composta em 1996 pelo músico, compositor, maestro e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Danilo Guanais, Missa de Alcaçuz faz uma mistura entre o popular e o clássico, inspirado no Movimento Armorial - esta manifestação foi criada na década de 1970, no nordeste brasileiro, com o objetivo de mostrar que a arte erudita pode trazer elementos da cultura popular, como literatura de cordel, ritmos musicais, danças típicas etc.

A obra que será apresentada pela Camerata Sé no dia 25/01 tem movimentos baseados no texto litúrgico tradicional da missa e, segundo seu autor, foi influenciada por compositores da música clássica como Bach e Mozart.

O título da missa refere-se ao Romanceiro de Alcaçuz, que traz toda a história musical dos romances da comunidade e do cancioneiro popular, coletados pelo folclorista Deífilo Gurgel em uma pequena localidade litorânea denominada Alcaçuz, a 40 quilômetros da capital do Rio Grande do Norte (Natal).

SERVIÇO

Ministério da Cidadania e Rede Cultural Luther King apresentam:

Camerata Sé e Coro Luther King

Direção artística e regência: Mº Martinho Lutero Galati

Participação especial de Pascoal da Conceição

Com Lulinha Alencar - sanfona

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Quanto? Gratuito - entrada franca sujeita à lotação do espaço

Quando?

25/01, 10h30 | Catedral da Sé

Programa

Missa de Alcaçuz, de Danilo Guanais

O projeto é financiado pela Lei de Incentivo à Cultura e oferece programação com entrada franca nas principais salas de concerto da Cidade de São Paulo durante o ano de 2019, se estendendo até 2020.

Patrocínio: SABESP / Governo do Estado de São Paulo

Apoio: Catedral da Sé

Comente aqui