Data: 06/12/2021 07:14 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de São Paulo

Assistência Social promove a distribuição de novo lote de cartões ‘Bom Prato’

Pasta também realizou o treinamento de 258 orientadores socioeducativos para monitorar o uso do benefício em restaurantes da rede


Bom prato
Bom prato

Crédito: Governo do Estado de SP

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) promoveu entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro, um treinamento com 258 orientadores socioeducativos de nove unidades do Serviço Especializado de Abordagem Especial (Seas). A iniciativa complementou o trabalho de entrega de 5.200 cartões da rede de restaurantes Bom Prato - programa estadual de segurança alimentar à população em condições de vulnerabilidade - às pessoas em situação de rua que optaram por não fazer parte dos serviços da rede socioassistencial.

A expectativa da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, responsável pela distribuição dos cartões, é que este período de renovação do benefício, iniciado na última quarta-feira (1º), possa permitir o aprimoramento da apuração de novos dados relacionados às pessoas que se encontram em situação de insegurança alimentar. Os orientadores socioeducativos vão abastecer a plataforma do SisRua, sistema que permite a inserção, atualização e controle dos dados dos usuários da rede socioassistencial em situação de rua.

Com base nos dados de utilização do cartão na rede Bom Prato, colhidos pela Secretaria Estadual de Direitos Humanos (SEDH) e as informações constantes no SisRua, será possível acompanhar a movimentação diária do uso dos cartões para aferir se eles estão sendo utilizados na mesma proporção da entrega realizada. Eles são fornecidos pelo Governo do Estado e, a exemplo da remessa já distribuída este ano, possuem QRCode.

Os treinamentos visam também o aprimoramento do processo de registro dos cartões distribuídos no SISRUA, ao vincular o cartão à pessoa para a qual foi entregue”, explicou Thiago Bezerra, responsável pela Coordenadoria de Proteção Social Especial da SMADS. Os cartões que não forem utilizados em um período de 60 dias consecutivos serão desativados automaticamente.

A SMADS destaca que a distribuição dos cartões Bom Prato é uma ação complementar às práticas de segurança alimentar realizadas na cidade. A capacitação dos orientadores tem como objetivo ampliar as condições de atuação com moradores em situação de rua, oferecendo a cada um deles a melhor alternativa de assistência.

Os orientadores do Seas que estão sendo treinados atuam em territórios com maior número de pessoas em situação de rua. São eles: Santana, São Matheus, Casa Verde/Freguesia do Ó, Lapa, Santo Amaro, Mooca, República, Bela Vista, Bom Retiro, Santa Cecilia, Cambuci, Consolação e Sé.

Ação conjunta

A SMADS já recebeu nove mil cartões da rede Bom Prato, distribuídos a pessoas em situação de rua que não estavam acolhidas nos serviços da rede socioassistencial. Em 2020, a distribuição de 8 mil cartões foi realizada nos territórios com maior número de pessoas em situação de rua. Em junho de 2021, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) entregou mais mil cartões em pontos de distribuição de marmitas, em ação conjunta com a rede socioassistencial da SMADS.

Comente aqui