Data: 13/06/2017 09:23 / Autor: Redação / Fonte: PMSCS

Fundação Pró-Memória de São Caetano chega aos 26 anos

Formada por corpo técnico qualificado composto por educadores, historiadores e jornalistas, que visam oferecer excelência nos serviços prestados à sociedade são-caetanense


Arte comemorativa dos 26 anos da instituição
Arte comemorativa dos 26 anos da instituição

Crédito: Roberta Giottto/FPMSCS

Criada em 12 de junho de 1991 (Lei 3.147), a Fundação Pró-Memória de São Caetano do Sul celebra seus 26 anos de existência, solidificada como a mais importante instituição de preservação de memória, história, acervo e cultura do Grande ABC. Formada por corpo técnico qualificado composto por educadores, historiadores e jornalistas, que visam oferecer excelência nos serviços prestados à sociedade são-caetanense, a Pró-Memória conta com três espaços expositivos (Casa de Vidro, Espaço Verde Chico Mendes e Parque do Forno) e também é integrada pelo Centro de Documentação Histórica, a Pinacoteca Municipal e o Museu Histórico Municipal.

“Nesses 26 anos de existência, a instituição conseguiu com muito trabalho e dedicação marcar sua identidade na cidade e fortalecer a história, sempre acompanhando os fatos relevantes”, disse o presidente da Fundação, Charly Farid Cury. A Pró-Memória também edita semestralmente a Revista Raízes, publicação especializada no reconhecimento e valorização do patrimônio cultural do município, que chega no mês de agosto ao seu número 55.

Além disso, sempre objetivando promover a reflexão, a experimentação e a aquisição do conhecimento, a Fundação Pró-Memória conta com mostras itinerantes, que podem ser realizadas em escolas, empresas e estabelecimentos comerciais. O trabalho de preservação do patrimônio cultural é realizado, principalmente, por meio de projetos e iniciativas que envolvam diretamente a população, com o propósito de informar e despertar nos cidadãos a consciência para a valorização do patrimônio da cidade e para a formação de sua identidade cultural, ou seja, sua capacidade de sentir-se pertencente a um grupo.

Ainda dentro desta premissa, a programação inclui também eventos como cursos, palestras, encontros e mesas-redondas, que reúnem pesquisadores, professores, críticos, artistas e instituições da área do patrimônio histórico, artístico e cultural.

 Parte dos funcionários atuais da Fundação Pró-Memória
Parte dos funcionários atuais da Fundação Pró-Memória

Crédito: Antonio Reginaldo Canhoni/FPMSCS

Comente aqui