Data: 01/03/2019 09:54 / Autor: Redação / Fonte: PMSCS

Escola de São Caetano desenvolve projeto de Ciências em parceria com a UFABC


Alunos da EMEF 28 de Julho assistem à palestra da professora Sílvia Dotta: primeira etapa de projeto interdisciplinar
Alunos da EMEF 28 de Julho assistem à palestra da professora Sílvia Dotta: primeira etapa de projeto interdisciplinar

Crédito: Divulgação/PMSCS

Durante algumas horas da última quarta-feira (27/02), cerca de 150 alunos dos 9ºs anos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) 28 de Julho foram transportados do bairro Barcelona, onde fica a escola, para o continente antártico, a mais de 8 mil quilômetros de distância. A viagem imaginária foi conduzida pela doutora em Educação Sílvia Dotta, professora do programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do ABC (UFABC) e membro do Polar Educators International, uma associação de professores e pesquisadores dedicados à popularização das ciências dos polos.

Além de apresentar aos alunos informações e curiosidades sobre o continente, a professora também exibiu alguns itens de vestuário que costuma usar nas expedições científicas, cativando a atenção do auditório lotado.

A palestra da professora Sílvia Dotta na EMEF 28 de Julho foi realizada a convite da diretora, Erika Fernandes de Souza, e da professora de Língua Portuguesa, Carla Évora Sakata, contando com o apoio do professor Pedro Luiz Soldá, representante da área de Ciências na Secretaria de Educação.  Trata-se da primeira etapa de um projeto interdisciplinar que envolverá conhecimentos em Português e Ciências. A próxima atividade será a participação dos alunos na produção de vídeos científicos.

“A Secretaria de Educação está empenhada em tornar a educação cada vez mais conectada com o mundo, incentivando projetos interdisciplinares com o apoio da tecnologia”, diz o professor Pedro Soldá.

EDUCAÇÃO CIENTÍFICA DESDE CEDO

Com esse propósito, as escolas da rede municipal ganharão laboratórios integrados de artes, atividades lúdicas e tecnologia, os chamados “Espaço Conexão”. As duas primeiras unidades a ganhar esse espaço multidisciplinar serão a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Rosalvito Cobra, no Bairro Santa Maria, e a Escola Municipal Infantil (EMI) Maria D'Agostini, no Bairro Mauá, que estão em processo de revitalização.

Na semana passada, entre os dias 17 e 23 de fevereiro, a rede municipal de São Caetano do Sul recebeu a visita do professor Xavier Fazio, docente da Universidade de Brock, no Canadá, e especialista em educação científica. O professor Fazio visitou escolas de São Caetano e trocou informações com a Secretária de Educação, Janice Paulino César. Em consonância com a prática da secretaria, o especialista canadense defende o estímulo à educação científica desde os primeiros anos do ensino: “É importante estimular a natural curiosidade das crianças”, diz o professor.

a esquerda para a direita, Paulo Garcia, diretor do Cecape (Centro de Capacitação de Profissionais da Educação; secretária Janice Paulino e professor visitante Xavier Fazio, especialista em educação científica.
a esquerda para a direita, Paulo Garcia, diretor do Cecape (Centro de Capacitação de Profissionais da Educação; secretária Janice Paulino e professor visitante Xavier Fazio, especialista em educação científica.

Crédito: Divulgação/PMSCS

Comente aqui