Data: 06/12/2018 14:56 / Autor: Gabriela Maria / Fonte: PMSBC

São Bernardo promove 1º Simpósio de Atualização em Saúde Mental

Palestras de capacitação serão realizadas entre hoje e amanhã, aos funcionários da rede municipal de saúde


Espaço lotado pelos profissionais dos CAPS, UBS e UPA
Espaço lotado pelos profissionais dos CAPS, UBS e UPA

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

Capacitar os funcionários e oferecer um melhor atendimento aos usuários da saúde mental de São Bernardo. Esse é o principal objetivo do “1º Simpósio de Atualização em Saúde Mental”, realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde. O evento será realizado entre hoje e amanhã (06 e 07/12), no auditório do Hotel Pampas.

Com o espaço lotado pelos profissionais dos Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), das Unidades Básicas e Saúde (UBS) e das Unidades de Pronto Atendimento (UPA), o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple, deu início ao evento acompanhado da Diretora de Atenção Especializada, Maria de Fátima Sanchez, da coordenadora médica da rede de Saúde Mental, Cintia de Azevedo e da coordenadora técnica Deise Kuroiwa.

“É uma honra abrir um evento como este. Este simpósio demonstra o quanto a atual administração está empenhada em transformar a saúde desta cidade. Estamos capacitando os nossos funcionários e oferecendo oportunidades para adquirir novos conhecimento. Assim, iremos transmitir aos nossos pacientes, cada vez mais, um atendimento de qualidade”, disse Reple.

Ao longo dos dois dias de evento, palestras e rodas de conversa serão realizadas com médicos psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, entre outros. Entre os nomes estão Dr. Maximiliano Rosso, que atua no Ministério Público de São Paulo, o coordenador do Programa de Residência em Psiquiatria de São Bernardo, professor e Dr. João Maurício Cataldelli Maia e a Psicóloga e Psicoterapeuta, Dra. Margarida Mamed.

Estrutura e investimentos - São Bernardo conta com uma ampla rede de saúde mental, composta por nove Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), oito residências terapêuticas, uma unidade de Pronto Atendimento Psiquiátrico, um Núcleo de Trabalho e Arte (Nutrarte) e o programa “Remando Pela Vida”. Por mês são realizados, em média, 16 mil atendimentos.

Ao todo, a cidade conta 460 profissionais sendo 32 psiquiatras, 17 psicólogos, terapeutas ocupacionais, monitores de oficina terapêutica, acompanhantes terapêuticos, assistentes sociais entre outros. Além disso, todas as 34 Unidades Básicas de Saúde (UBS) possuem atendimento psicológicos e atendimento psiquiátrico, através de matriciamento, realizado por médicos generalistas.

Homenagem - Durante o evento, os palestrantes e o responsável pela pasta de Saúde foram homenageados com uma escultura produzida pelos pacientes do Núcleo de Trabalho e Arte da cidade.

Comente aqui