Data: 25/04/2019 09:37 / Autor: Humberto Domiciano / Fonte: PMSBC

São Bernardo inicia revitalização da EMEB Viriato Correia

Prefeito Orlando Morando assinou ordem de serviço para revitalização da unidade escolar, no Rudge Ramos


Prefeitura de São Bernardo autoriza reforma de mais uma escola
Prefeitura de São Bernardo autoriza reforma de mais uma escola

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

A Prefeitura de São Bernardo começou nesta quarta-feira (24/04) a revitalização da EMEB Viriato Correia, no Rudge Ramos. A ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Orlando Morando e contempla substituição de calhas e rufos, revisão nas instalações elétricas, instalação de toldo na entrada e uma nova pintura externa.

O investimento total na unidade é de R$ 192 mil (sendo R$ 149,8 mil vinculados à autorização dada hoje e outros R$ 42,2 mil como repasses do programa Escola Linda).

Na opinião do chefe do Executivo, as obras são importantes para os alunos e funcionários da escola. “É um investimento fundamental para todo o bairro. Temos uma escola que necessitava de ajustes e que agora receberá uma revisão geral das instalações elétricas e uma nova pintura. Teremos um ambiente escolar ainda mais agradável para todos”, destacou.

A secretária de Educação, Silvia Donnini, destacou que as melhorias no ambiente escolar ajudam no aprendizado das crianças. “As reformas vão melhorar ainda mais as nossas escolas e isso colabora no desempenho em sala de aula. As crianças aprendem mais e melhor”, defendeu.

Em abril, a Administração autorizou intervenções na EMEB Olavo Bilac, também no bairro do Rudge Ramos. A unidade receberá revisão das instalações elétricas, troca de pisos e pintura externa.

MELHORIAS – A Prefeitura de São Bernardo investiu R$ 17,3 milhões em zeladoria, manutenção e conservação das 182 escolas municipais em 2019. Os valores fazem parte de um pacote de recursos disponibilizados por meio do programa Escola Linda e dos repasses anuais às Associações de Pais e Mestres (APMs).

Os repasses feitos pelo programa criado pela atual Administração, somam R$ 30 mil por escola em 2019. A gestão ampliou os recursos da iniciativa para R$ 2,7 milhões em 2018, enquanto no ano anterior havia investido outros R$ 1,5 milhão.

A primeira parcela dos valores foi paga em janeiro - o cronograma ainda prevê pagamentos em maio e setembro - justamente para que as escolas fizessem ajustes antes do início das aulas.

MANUTENÇÃO –  No ano passado, a Prefeitura iniciou obras em diversas unidades educacionais do município, com serviços que contemplam manutenção e zeladoria, reformas de telhados, calhas, pintura, reparos elétricos, hidráulicos, entre outros, custeados com recursos municipais. Ao todo foram investidos R$ 5 milhões nas melhorias.

Comente aqui