Data: 18/11/2017 11:09 / Autor: Kati Dias / Fonte: PMSBC

Ginástica artística de São Bernardo leva ouro

Diego Hypólito e Arthur Zanetti, medalhistas olímpicos, brilham no primeiro dia de disputa dos Jogos Abertos em São Bernardo, faturando a cobiçada medalha de ouro


Crédito: Omar Matsumoto

Os medalhistas olímpicos Diego Hypólito e Arthur Zanetti brilharam na abertura das disputas de ginástica artística da 81ª edição dos Jogos Abertos do Interior, realizada na manhã desta sexta-feira (17/11), no Centro de Ginástica Marcel Francisco dos Santos, dentro da Arena Caixa, na Vila do Tanque, em São Bernardo. No primeiro dia de competições, foram realizadas as provas de solo, cavalo com alça e argolas, da 1ª divisão livre masculina; e salto e paralelas, da 1ª divisão até 14 anos feminina.

Depois de se recuperar de uma cirurgia na coluna, o vice-campeão olímpico Diego Hypólito conquistou o ouro para São Bernardo, no solo, com 13.850, seguido de Arthur Zanetti, de São Caetano, com 13.600. Caio Souza, também de São Bernardo, ficou em terceiro, empatado com Yuri Guimarães, com 13.150. Souza ainda garantiu lugar no pódio na prova de cavalo com alças (12.800) e argolas (13.000) liderando a disputa no individual geral.

 “Esse foi um resultado muito importante, não apenas porque acabei de me recuperar de uma lesão na coluna, mas porque também estou representando São Bernardo na competição. Embora tenha me consolidado como ginasta no Flamengo, no Rio de Janeiro, minha história começou no ABC”, afirmou o Diego Hypólito, que representa a cidade pelo terceiro ano seguido na competição.

O ginasta Arthur Zanetti, de São Caetano, prata na Olimpíada do Rio (2016) e ouro em Londres (2012) nas argolas, realizou a mesma rotina de exercício do Mundial de Toronto (Canadá), em outubro. O que pesou para essa decisão foi o fato de o Centro de Ginástica de São Bernardo ser equipado com aparelhos de nível olímpico.

O atleta faturou o ouro com 15.100, seguido de Henrique Flores, seu companheiro de equipe, com 13.300. “Competir num espaço que conta com aparelhos de nível internacional faz diferença no desempenho do atleta. E sempre faço questão de participar dos Jogos Abertos porque é o momento de representar a minha cidade. Antes de disputar eventos internacionais como Mundiais e Olimpíadas, foi São Caetano que me deu a base para ser o atleta que sou hoje”, complementou.

Superação foi a palavra da equipe de ginástica masculina de São José dos Campos, que, às vésperas dos Jogos Abertos, viu dois atletas se lesionarem. Para não ficar fora da competição, o técnico Paulo Franco de Almeida, de 55 anos, integrou a equipe. “Última vez que participei de uma competição oficial foi em 1986. Fiz o meu melhor para que o time continuasse na disputa”, afirmou.

No primeiro dia de competições do masculino, São Caetano lidera a disputa com 153.850 pontos, enquanto São Bernardo segue em segundo, com 133.300. O esforço de São José dos Campos surtiu efeito, já que a cidade está em terceiro, com 102.400.

São Bernardo também se destacou na competição feminina até 14 anos. A ginasta Luiza Maia foi ouro nas paralelas (12.600) e salto (13.520). Nas paralelas, mais duas atletas da cidade ficaram no pódio: Ana Luiza dos Santos (12.350) e Samyra Firmino (12.250). No salto, Nicole Pereira, de Osasco (13.450) e Julia Pereira, também de São Bernardo (13.375), completaram o pódio.

No feminino, São Bernardo é o primeiro colocado, com 102.450, seguido de Osasco, com 97.375. Guarulhos é o terceiro, com 95.575.

As disputas da ginástica artística seguem neste sábado (18/11), a partir das 8h. No masculino, haverá provas de paralelas, barra fixa e salto. No feminino, haverá competição na trave e no solo. Além da decisão por aparelhos, haverá a premiação por equipes e no individual geral.

A 81ª edição dos Jogos Abertos do Interior contará com um novo modelo de sede compartilhada, adotado de forma pioneira no Grande ABC, por meio de parceria entre o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e a Secretaria  de Esporte, Lazer e Juventude, do governo estadual. O evento vai até o dia 26, com as 32 modalidades disputadas em cinco cidades (São Bernardo, Santo André, São Caetano, Mauá e Ribeirão Pires).

Crédito: Omar Matsumoto

Comente aqui