Data: 23/08/2016 15:32 / Autor: Redação / Fonte: Fabio Souza

Colégio Termomecanica na Olimpíada Nacional em História do Brasil

O CEFSA teve grande destaque, conquistando 5 medalhas na final daOlimpíada , incluindo dois dos três ouros do Estado de São Paulo


Instituição de ensino gratuito mantida pela Fundação Salvador Arena aposta em olimpíadas do conhecimento para preparar estudantes para processos seletivos.

A prática desenvolve autoestima, testa conhecimentos e proporciona momentos de reflexão sobre profissões e sobre o mundo

Quinze estudantes do Colégio Termomecanica, escola gratuita mantida pela Fundação Salvador Arena no município de São Bernardo do Campo, região da Grande São Paulo, conquistaram cinco medalhas - duas de ouro, uma de prata e duas de bronze - na fase final da Olimpíada Nacional em História do Brasil, realizada nos dias 20 e 21 de agosto. A oitava edição da ONHB contou com 42,7 mil estudantes inscritos de escolas públicas e particulares de todo o país. Na fase final, os alunos do Colégio Termomecanica competiram com mais de 800 estudantes e conquistaram duas das três medalhas de ouro do Estado de São Paulo.

A ONHB é organizada pelo Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) com a proposta de levar ao âmbito das ciências humanas atividades que estimulam o conhecimento e o estudo, despertando talentos, aptidões e envolvendo os participantes em ações de desafio construtivo.

No Colégio Termomecanica, os alunos são incentivados a participarem das olimpíadas nacionais do conhecimento como forma de aprimorar a performance individual e coletiva para que possam alcançar seus objetivos nos vestibulares, nas provas do Enem e no mercado de trabalho. Atualmente, mais de 900 alunos do Colégio estão em fase de treinamento para olimpíadas de Astronomia, Ciências, Física, Matemática, Química e Robótica.

 “Estimulamos a participação dos alunos em competições nacionais porque, além de testar seus conhecimentos em diversas áreas e aprender a lidar com aspectos emocionais como ansiedade e frustração mediante os resultados, eles também aprimoram suas relações interpessoais. São aspectos que consideramos importantes na formação de cidadãos mais completos e preparados para enfrentar os desafios impostos pela vida. Consideramos, ainda, que os resultados são fontes de melhorias no processo de ensino de nossa instituição”, explica Cristina Favaron Tugas, diretora pedagógica do Colégio Termomecanica.

A preparação para as competições segue paralela à matriz curricular do Colégio Termomecanica. Até o período em que a olimpíada acontece, alunos e professores se reúnem periodicamente para os estudos após o horário de aula. Nas aulas preparatórias, os professores proporcionam momentos de reflexão sobre profissões, mercado de trabalho e aspectos políticos e sociais, pois as competições promovem interdisciplinaridade e a interdependência das relações humanas.

Sobre o Colégio Termomecanica

O Colégio Termomecanica – CTM é uma instituição de ensino gratuita criada e mantida desde 1989 pela Fundação Salvador Arena, entidade sem fins lucrativos que mantém atividades voltadas à transformação social. O CTM investe anualmente, em média, R$ 22 mil por aluno. Com base no relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgado em 2015, o volume financeiro aplicado por aluno pelo Colégio Termomecanica é superior ao orçamento brasileiro gasto com alunos da educação básica de escolas públicas e semelhante ao orçamento gasto por governos da Alemanha, Japão e Reino Unido. A instituição está localizada na cidade de São Bernardo do Campo, na região da Grande São Paulo, e atende gratuitamente mais de 1.700 estudantes da educação infantil ao ensino técnico.

Comente aqui