Data: 21/03/2019 14:47 / Autor: Deise Cavignato / Fonte: PMM

Escola de Mauá inicia projeto “Descobrindo Talentos”

Na E.M. Cora Coralina, aluna de 15 anos supera timidez e expõe desenhos em primeira amostra


Escola inicia projeto “Descobrindo Talentos” e socializa jovens
Escola inicia projeto “Descobrindo Talentos” e socializa jovens

Crédito: Caio Arruda/PMM

Lápis de cor aquarelado, nanquim, carvão e até maquiagem são as matérias-primas para os desenhos da garota-prodígio Emilly Lucena Guimarães. Com apenas 15 anos, suas obras já fazem parte da história da Escola Municipal Cora Coralina, por meio de figuras inspiradas em Tim Burton, Makoto Shinkai e Maurício de Sousa. Todas as obras estão na primeira exposição do projeto “Descobrindo Talentos”.

Por assistir a muitos animes com o irmão, ela se dedicou a copiar o estilo mangá e, desde os quatro anos, seus rabiscos tomaram forma. Tímida, de voz baixa e introspectiva, suas ilustrações são pura expressão e arte. “Eu não fazia nada durante os intervalos de aula, então os meus colegas e professores me viam desenhar, até que ofereceram fazer a exposição. Fiquei nervosa, mas muito feliz”, contou Emilly.

A professora de artes Sandra Juliani elogiou o trabalho da artista e disse que a exposição serviu de motivação para outros alunos se dedicarem tanto quanto ela: “Com este projeto vamos dar espaço para outros jovens mostrarem seus talentos por meio da arte como, teatro, música e outras formas de expressão. Já vimos uma grande mudança na Emilly, que é retraída e agora melhorou a autoestima e aceita elogios de outros colegas, interagindo melhor”, relatou.

Emilly já ficou conhecida em toda escola. É fácil encontrar alunos pelos corredores conversando sobre seu dom artístico e a encorajando. Seus pais a incentivam, embora não aprovem o estilo gore, um subgênero de terror. No entanto, as ilustrações escolhidas para a mostra foram selecionadas pelas próprias professoras, que tiveram um árduo trabalho de selecionar 15 imagens entre mais de 50. A aluna está animada com a exibição porque ao menos 800 crianças e adolescentes visitarão a exposição até sexta-feira (22/3), data em que se encerra a exposição.

O sonho de Emilly também está muito bem desenhado: “Quero trabalhar profissionalmente com arte. Estou escrevendo uma história em quadrinhos com o título provisório de 'O Percurso das Escolhas', que trata sobre os problemas sociais e a ansiedade. Me sinto muito bem desenhando, parece que as coisas negativas se afastam”, relata a artista, que demora entre duas horas a até uma semana para finalizar uma obra.

Em dias de bullying e tristeza, há jovens que são o avesso e transformam sua vida em algo totalmente positivo. Pais e alunos têm um papel importante na vida dos jovens e é por isso que a Prefeitura de Mauá tem incentivado os estudantes a descobrirem seus talentos. Quem quiser conhecer a exposição, mesmo sem estudar no local, é só visitar o saguão do teatro da E.M. Cora Coralina, localizado rua São João, 876, bairro Jardim Bom Recanto.

Comente aqui