Espetáculo 12 Homens e Uma Sentença

Teatro

  • Teatro Porto Seguro
  • Alameda Barão de Piracicaba
  • Campos Elíseos - São Paulo/SP
  • 7 de Dezembro às 21:00

  • Telefone (11) 3223-2090
  • Acessibilidade
  • Capacidade: 508 lugares
  • Recomendação Etária
  • Preço Médio Baixo
  • Ingressos: R$ 60,00 plateia / R$ 40,00 balcão e frisas.
Curtir curtir seja o primeiro a curtir

Espetáculo 12 Homens e Uma Sentença

Autor:



Esta montagem conduz ao tablado o clássico que trazia no elenco também Martin Balsam, E.G.Marshall, Jack Warden, Ed Begley, Ed Binns, Jack Klugman. O filme, em preto e branco, recebeu três indicações ao Oscar – melhor filme, melhor direção e melhor roteiro adaptado. Henry Fonda ganhou o Bafta como melhor ator. Lumet venceu o Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Berlim. No total, foram 13 prêmios e seis outras indicações. Fato curioso é que o filme, exceto três minutos de projeção, foi gravado dentro de uma pequena sala.

A história foi criada originalmente como uma peça feita para a TV e apresentada ao vivo em 1954 pela CBS; durante décadas acreditou-se que a apresentação original havia se perdido, até que, em 2003, houve a descoberta de uma fita gravada com o programa.

Henry Fonda viu a apresentação na TV e ficou impressionado com a peça. Reconhecendo um papel que se adequava com perfeição à sua sinceridade tranqüila e vendo a oportunidade de um filme emocionante, Fonda o produziu do próprio bolso. Entregou a direção a Lumet, um dinâmico veterano do teatro de TV ao vivo, cuja experiência lhe permitiu – e ao diretor de fotografia Boris Kaufman, outro especialista em trabalhar em espaços limitados e em preto-e-branco – extrair a tensão galopante do roteiro bem amarrado de Rose e concluir o filme em menos de 20 dias.

A telepeça de Reginald Rose recebeu uma refilmagem em 1997, também feita para a TV, com o mesmo título original. Foi dirigida por William Friedkin, o diretor de Operação França e O Exorcista. O elenco de grandes nomes tinha Jack Lemmon no papel que havia sido de Henry Fonda, George C. Scott ocupando o lugar de Lee J. Cobb, e os outros jurados foram interpretados por Armin Mueller-Stahl, James Gandolfini, Edward James Olmos e Hume Cronyn.

Entre as montagens teatrais da história no mundo, destaque para a de Harold Pinter, em 1996. Em 2003 o texto teve uma encenação aclamada no Festival de Edinburgo, com Owen O'Neill no papel do jurado 8. Vale ressaltar também a montagem do grupo Roundabout, de Nova York, em 2005, com três indicações para o TONY - melhor revival, melhor direção e melhor ator protagonista - além de vários outros prêmios.

Ficha técnica:

Texto: Reginald Rose. Direção: Eduardo Tolentino de Araujo. Figurinos: Lola Tolentino. Elenco: Adriano Bedin, Alberto Guiraldelli, Almir Martins, Augusto César, Brian Penido Ross, Bruno Barchesi, Daniel Volpi, Fernando Medeiros, Ivo Müller, Leandro Mazzini, Norival Rizzo, Rafael Golombek, Sérgio Mastropasqua. Produção Executiva: Ariel Cannal. Fotografias: Alexandre Tremanti. Facebook/tapagrupo. Instagram/grupotapa.

DOZE HOMENS E UMA SENTENÇA

De 1º de novembro a 7 de dezembro  - quartas e quintas, às 21h

Ingressos: R$ 60,00 plateia / R$ 40,00 balcão e frisas.

Vendas: www.ingressorapido.com.br

Classificação: 12 anos.

Duração: 100 minutos.

Gênero: Drama.

TEATRO PORTO SEGURO

Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo.

Telefone (11) 3226.7300.

Comente aqui