Data: 15/04/2019 09:22 / Autor: Iara S. Luz / Fonte: PMD

Diadema realiza Conferência Municipal de Cultura

Neste sábado (13), no Teatro Clara Nunes, foi realizada a 9ª Conferência Municipal de Cultura, com a participação de mais de 200 artistas, moradores, produtores e agentes de cultura


9ª Conferência Municipal de Cultura de Diadema
9ª Conferência Municipal de Cultura de Diadema

Crédito: Thiago Benedetti

O objetivo do evento foi promover e articular novas propostas na área cultural e, com isso, fortalecer a produção artística local, a gestão de políticas públicas, com a atuação do poder público e da sociedade civil.

Nesta edição, a Conferência teve como tema “Democratização e Acesso à Cultura”.  Durante o encontro, foram apresentadas e debatidas 64 propostas, tiradas em plenárias na Pré-Conferência de Cultura realizada em 6 de abril. As plenárias aconteceram em diferentes locais da cidade e as discussões dos grupos de trabalho ocorreram sobre oito eixos: “Patrimônio Cultural, Culturas Tradicionais, Matriz Africana e Indígena”; “Artes Visuais e Audiovisual”; “Música”; “Pontos de Cultura”; “Livro, Leitura e Literatura”; “Artes Cênicas”; “Hip Hop”; e “Cultura Digital e Usuários de Equipamento”.

Entre as propostas eleitas estão a abertura anual de editais para fomento de projetos culturais; garantir a estipulação de um prazo para lançamento de editais e assim proporcionar, por meio de verba do Fundo de Cultura, a promoção dos projetos que forem apresentados; e a revisão do plano decenal, que é a análise do cumprimento das metas estabelecidas e reformulação deste, caso necessário.

O secretário municipal de Cultura, Eduardo Minas, presente na Conferência, falou sobre a importância do evento para cidade. “A realização da Conferência Municipal é necessária e fundamental, porque ela garante a participação da sociedade civil na formulação das políticas públicas para a área e também é um canal de diálogo entre a população e o poder público”, disse.

Eleição do Conselho – Ainda durante a Conferência foi realizada a eleição de integrantes, da sociedade civil, para o Conselho Municipal de Cultura. O Conselho é formado por 16 membros e seus respectivos suplentes,  sendo oito eleitos e oito indicados pelo poder público. O Conselho tem papel fiscalizador e também contribui com propostas para  implementação de novas políticas para a área. Os conselheiros tomarão posse em data a ser marcada e terão mandatos de dois anos.

Comente aqui