Data: 05/04/2019 09:34 / Autor: Renata Nascimento / Fonte: PMD

Diadema promoveu III Café da Manhã do Polo de Cosmético

Boas práticas de fabricação e criação de Indicação Geográfica são destaques em encontro do Polo de Cosméticos


Polo de Cosméticos de Diadema
Polo de Cosméticos de Diadema

Crédito: Adriana Horvath

Na manhã desta quinta-feira, 4/04, a Prefeitura de Diadema, em parceria com o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), promoveu o III Café da Manhã do Polo de Cosmético. O encontro realizado na sede da instituição reuniu mais de 50 representantes de toda a cadeia produtiva do setor cosmético de Diadema e região como pesquisadores, empreendedores, industriais, responsáveis técnicos e colaboradores do setor.

Com o objetivo de aproximar os empresários da área e fortalecer o ramo de cosmetologia na cidade e região, o evento é realizado mensalmente. “O principal benefício desses encontros é o fortalecimento das relações já existentes no Polo Cosmético. Nós estamos trabalhando para oficializar um polo regional instalado em Diadema. A iniciativa é de Diadema, mas é algo mais abrangente que o município. Em toda reunião mensal os participantes assistem a uma palestra voltada ao setor”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Laércio Soares.

Neste mês, o evento promoveu palestras para orientar e sanar dúvidas quanto a criação de uma Indicação Geográfica (IG), boas práticas de fabricação, abertura e consulta de processo eletrônico e implantação de salas de apoio à amamentação para a mulher trabalhadora. Para a coordenadora da Vigilância Sanitária (VISA), ligada à Secretaria de Saúde de Diadema, Angela Simonetti, esta oportunidade é importante para apresentar os procedimentos adotados pela VISA e as responsabilidades de cada setor, desconstruindo a idéia de que o órgão público é apenas punitivo. “A aproximação é no sentido de que a empresa se instale adequadamente do ponto de vista sanitário. O processo não é burocrático, ele é técnico, por isso, a empresa que se estabelece de acordo com as normas vai evoluindo muito melhor”, explica.

A palestra sobre Boas Práticas de Fabricação (BPF) abordou a importância de assegurar requisitos mínimos de higiene e organização porque todo o processo de fabricação é integrado, necessitando de áreas seguras com infraestrutura específica. Assim, “buscando constantemente a qualidade dos produtos em todas as fases de produção, é possível reduzir desperdícios e trabalhar com segurança”, alertou a enfermeira da VISA, Rosemary Ferreira.

Durante o evento, o economista da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e coordenador do Polo de Cosméticos, Wilson Abreu, apresentou o Projeto de Indicação Geográfica (IG), uma certificação que identifica a origem de um determinado produto ou serviço, quando o local tenha se tornado conhecido, ou quando a característica desse item se deva à sua origem geográfica. Um exemplo é a região de Champagne, no nordeste da França, conhecida pela produção do espumante. “No Brasil, temos a região de Franca, produtora de calçados. Na prática, quando se pensa em calçados, se pensa em França. Isso potencializa e dá visibilidade ao produto. É essa marca que buscamos para Diadema e região na área de cosméticos”, afirmou.

A determinação da Indicação Geográfica induz o desenvolvimento, o potencial aumento da demanda e do valor agregado de produtos e serviços gerando mais emprego e desenvolvimento para a região. Diadema já passou pela etapa de avaliação de proposta para IG, realizado por meio de edital de instituição federal em 2018, ficando em 8º lugar, numa concorrência de 30 localidades. O processo é finalizado após a avaliação do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) que reconhece ou não o potencial da região.

Representante da empresa alemã Brenntag, que atua na distribuição de matéria prima para produção industrial em 74 países, Kennia Lemanski, considera positiva essa iniciativa. “É uma bela forma de ampliar o networking com as empresas e também para entender como funciona e qual o potencial da região. À medida que entendemos a dimensão do negócio e o mercado que existe em Diadema, conseguimos atuar com mais efetividade”, avalia.

Polo referência

Na região metropolitana de São Paulo existem 323 indústrias fabricantes de produtos cosméticos, de acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) 2017 e 35 são membros do Polo. O município de Diadema reúne 26 fabricantes de cosméticos.

O Polo Diadema e Região é uma iniciativa da Prefeitura com o setor e tem como parceiros Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC), CIESP/Diadema,  Fatec/Diadema, Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Prefeitura de Diadema/Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Sebrae/SP, Senai, Senac e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Comente aqui