Data: 21/03/2014 16:42 / Autor: Heitor Bisi / Fonte: PMD

Diadema abre inscrições para seleção do Projeto Mulheres da Paz

A Secretaria de Defesa Social de Diadema abre na segunda, dia 24, as inscrições para processo seletivo do Projeto Mulheres da Paz, que faz parte do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI) do Ministério da Justiça. A iniciativa tem como meta a prevenção da violência entre jovens com idade entre 15 e 24 anos por meio da capacitação de mulheres para atuarem como mediadoras sociais nas respectivas comunidades a partir do poder feminino. Além disso, há o objetivo de construir e fortalecer redes de prevenção à violência doméstica que compõem a realidade local e que envolvem jovens e mulheres.

As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de abril na Sede da Secretaria de Defesa Social (Rua João de Almeida, 352, Centro - próximo ao Terminal de Trólebus de Diadema), de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. No período entre 7 e 17 de abril as inscrições também poderão ser feitas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) das regiões Norte (Praça Celite s/nº- Campanário) e Leste (Rua Prudente de Moraes nº 306 –Promissão), de segunda a sábado, das 9h às 16h.

As candidatas devem levar cópias dos seguintes documentos para efetuar a inscrição: comprovante de residência, RG, CPF e comprovante de renda (para demonstrar que recebem até dois salários mínimos). O resultado das mulheres aprovadas para participar do Projeto será divulgado no dia 23 de maio, nos locais de inscrição.

Para se inscrever, as candidatas devem apresentar os seguintes requisitos para realizar a entrevista: idade superior a 18 anos; ter disponibilidade mínima de 16 horas semanais; ser moradora da Região Leste (Núcleos Habitacionais Vinícius de Moraes, Jardim Arco Íris, Jardim Portinari, Vila Lídia, Vila Popular e Piraporinha I, ou dos bairros Jardim Bairronuevo, Jardim Santa Elizabeth, Jardim Casa Grande, Piraporinha, e Vila Nogueira) ou da Região Norte (Núcleos Habitacionais Jardim das Nações e Santa Cruz ou dos bairros Taboão, Campanário e Canhema); comprovar sua capacidade de leitura e escrita por meio de redação no ato da inscrição; e ter renda familiar de até dois salários mínimos (sem contar as bolsas auxílios, como, por exemplo, Programa Bolsa Família). As candidatas também participarão de entrevista (se aprovadas no ato da inscrição) durante o mês de maio. As Regiões Norte e Leste dividirão em igual número as vagas: 50 para cada uma.

METAS – As aprovadas a participar do projeto Mulheres da Paz terão perfil voltado à liderança e disponibilidade para cumprir as metas individuais determinadas pela coordenação, que são: realizar 15 visitas/acompanhamentos às famílias do seu território mensalmente, três reuniões ou oficinas com as famílias do núcleo e participar da capacitação semanal de quatro horas, além de residir na área de abrangência do projeto. As mulheres selecionadas que cumprirem mensalmente as metas citadas receberão um benefício no valor de R$ 190,00, pagos pelo Governo Federal.

Comente aqui

Comentários via Facebook. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta do Facebook poderá ser banida. Comentários não expressam a opinião do Portal ABCdoABC