Data: 25/04/2019 17:40 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Menina de 13 anos lança livro sobre buylling

A jovem Sofia tem dois livros publicados e já está na fase de produção do seu terceiro livro, que falará sobre gentileza e solidariedade


Lançamento do livro 'A Garota dos Livros'
Lançamento do livro 'A Garota dos Livros'

Crédito: Arquivo pessoal

O convívio entre jovens envolve brincadeiras, implicâncias, empurrões e tapas. Esse comportamento natural na adolescência transforma o bullying em algo difícil de ser detectado e trabalhado pelos profissionais da rede escolar.

No Brasil pesquisa feita pela Fundação Madrileña e Fundação ANAR, na qual foram entrevistados 1000 adolescentes, constatou que 20% deles confirmam praticar agressões e insultos entre si, o que mostra que esse comportamento faz parte da convivência entre os jovens. Estudos como esse vêm sendo realizados por diversas instituições no mundo todo, com o objetivo de avaliar quando a brincadeira se transforma em bullying.

Psicólogos afirmam que, na maioria das vezes, quem pratica o bullying são crianças e jovens que estão passando por graves problemas pessoais. Entender os dois lados da moeda pode contextualizar melhor as agressões e ajudar a prevenir e a solucionar casos reincidentes. Independentemente das causas, o bullying atinge toda a rede escolar, sendo a faixa etária de 11 a 13 anos uma das mais atingidas.

Trazer essa realidade vivida nas salas de aula para as páginas de um livro motivou a jovem escritora gaúcha Sofia Führ Molter, de 13 anos, a escrever a história ‘A Garota dos Livros’, que aborda essas questões sob uma ótica diferenciada, enfatizando o sofrimento causado pelo bullying como uma oportunidade de aprendizado nas relações interpessoais.

“O ser humano necessita de algo ou alguém para descontar suas emoções, boas ou ruins. Acredito que o bullying é resultado de uma construção social, quem faz já sofreu com o bullying no passado”, afirma a escritora.

A personagem do livro se chama Stephani e sofre com as agressões físicas e verbais de colegas da escola, mas ela não se deixa abalar e encontra na leitura inspiração para enfrentar o problema até que conhece dois grandes amigos e começa uma nova fase, vivendo grandes aventuras ao lado desses novos companheiros

Para Sofia, o livro contribui para o esclarecimento sobre o bullying, pois a personagem principal sofre com ele por meio de seus colegas de escola e é o que geralmente acontece. O livro retrata os dois tipos de bullying: o verbal e o físico e relata a situação não de uma forma triste, e sim como aprendizagem. A personagem mostra que a vítima não pode se deixar abalar, que, quando menos se espera, alguém aparece para ajudar.

Sobre a escritora

Sofia é de Pelotas, Rio Grande do Sul, e, além de cursar normalmente o colégio, faz palestras e apresentações em escolas e feiras, e já está produzindo o seu terceiro livro, que abordará os temas gentileza e solidariedade.

A Garota dos Livros é a sua segunda obra lançada pela editora Albatroz, a primeira foi A Terra dos Magos.

Serviços

Título: A Garota dos livros

Autora: Sofia Führ Molter

Editora Albatroz

Formato: 21x14x2cm

Páginas: 88 páginas

Valor: R$ 25,00

Comente aqui