Data: 24/04/2019 11:23 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Avaliação positiva do governo Bolsonaro é de 35%, diz pesquisa Ibope

Levantamento realizado pelo CNI/Ibope indica também que avaliação negativa variou de 24% para 27% de março para abril


Crédito: Reprodução

A avaliação positiva (ótimo e bom) do governo do presidente Jair Bolsonaro variou de 34% para 35% entre março e abril, mostra pesquisa feita pelo Ibope e divulgada nesta quarta-feira, 24, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Não houve alteração do indicador fora da margem de erro, que é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

A avaliação negativa (ruim e péssimo) foi de 24% para 27%, também dentro da margem de erro. No mês passado, 34% dos entrevistados consideravam o governo regular. Em abril, a avaliação regular foi de 31%.

Desde o início do governo, em janeiro, o porcentual de pessoas que consideram o governo ótimo ou bom caiu 14 pontos, de 49% para 35%, mostra a série histórica do Ibope. Já a avaliação negativa subiu 16 pontos, de 11% para 27%, no mesmo período.

O Ibope ouviu 2 mil pessoas de 12 a 15 de abril. O levantamento anterior havia sido realizado entre 16 e 19 de março. O nível de confiança do levantamento é de 95%.

MANEIRA DE GOVERNAR
Metade da população brasileira aprova a maneira do presidente Jair Bolsonaro governar. Entre os entrevistados, a aprovação é de 51%, o mesmo porcentual do levantamento realizado pelo instituto em março. No início da gestão, em janeiro, a aprovação era de 67%.

Para levantar esse índice, o Ibope perguntou aos entrevistados se aprovaram ou desaprovaram o governo, sem colocar avaliações de ótimo/bom ou ruim/péssimo (feitas em outra pergunta). Entre os consultados, 51% dizem confiar no presidente (ante 49% em março). A confiança caiu em relação ao começo da administração: 62% diziam ter confiança em Bolsonaro no mês de janeiro. Já o índice dos que não confiam foi de 45% neste mês, ante 44% no mês anterior e 30% no primeiro mês do ano.

ÁREAS COM MAIOR E MENOR APROVAÇÃO
As áreas do governo com melhor avaliação medidas pela pesquisa foram a educação e a segurança pública. Já as piores foram a taxa de juros e o nível de impostos do Brasil.

Comente aqui