Data: 20/04/2017 19:06 / Autor: Redação / Fonte: SMABC

Wagnão, é eleito novo presidente do SMABC

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC concluiu na manhã desta quinta-feira (20) o processo de eleição da nova diretoria para o triênio 2017-2020


Com o comparecimento de 73% dos sindicalizados aptos a votar no segundo turno, os trabalhadores elegeram o atual secretário-geral, Wagner Santana, o Wagnão, para presidir a entidade no próximo mandato, com 93% dos votos válidos, que inicia em julho.

Os resultados foram divulgados nesta manhã pela Comissão Eleitoral, logo após o término da apuração. Os votos foram coletados na terça e quarta-feira (18 e 19) em urnas localizadas nas fábricas e na sede da entidade, onde votaram os aposentados. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve na sede do Sindicato para registrar seu voto, na condição de sócio benemérito, por ter presidido a entidade por dois mandatos, de 1975 a 1981. Outros ex-presidentes do Sindicato também votaram, como Jair Meneghelli, José Lopes Feijó e Sérgio Nobre.

Na etapa anterior, concluída em 16 de março, os Metalúrgicos do ABC definiram a nova diretoria plena do Sindicato. Foram eleitos 234 dirigentes, para integrar os 77 Comitês Sindicais de Empresa (CSE) e o Comitê Sindical dos Aposentados (CSA). A posse da nova diretoria será no dia 19 de julho.

Durante entrevista, logo após a divulgação do resultado, Wagner Santana enfatizou a responsabilidade de dirigir o Sindicato num momento tão delicado da conjuntura nacional e reforçou a importância do esforço coletivo de toda diretoria. “Fizemos uma campanha não em função de uma pessoa, mas com o objetivo de fortalecer o Sindicato neste momento tão importante. E tivemos uma resposta muito forte da categoria, uma votação expressiva que aumenta ainda mais a nossa responsabilidade. Somos 234 dirigentes eleitos, que farão um trabalho coletivo na defesa dos direitos da categoria”, disse.

“O que estamos assistindo agora não é só um ataque aos direitos dos trabalhadores. É a tentativa de destruição do movimento sindical, com o objetivo de eliminar qualquer capacidade de organização e resistência da classe trabalhadora. Se não tivermos a competência para reagir, manter a unidade, poderemos viver grandes retrocessos”, completou.

O presidente do Sindicato Rafael Marques, fica no cargo até julho, depois de cinco anos à frente da entidade. Ele também destacou a importância do processo de renovação da diretoria e falou de suas expectativas em relação ao sucessor. “Estamos saindo deste processo eleitoral maiores do que entramos, como sempre acontece aqui no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Nossa eleição fortalece a nossa luta. Essa participação era necessária para dar respaldo aos dirigentes que vão conduzir as próximas lutas e enfrentar os desafios que estão colocados.  Na sua avaliação, Wagner Santana é “o quadro mais preparado para conduzir o Sindicato neste momento de grandes desafios”: “O Wagnão é um grande dirigente e uma grande pessoa, forjado na luta, na militância, com mais de 30 anos de movimento sindical. É um companheiro por quem tenho admiração e respeito, que se preparou ao longo destes anos, à frente da secretaria-geral, e vai desempenhar um papel fundamental no Sindicato em meio a essa conjuntura”, reforçou.

Crédito: Adonis Guerra

Comente aqui