Data: 15/01/2019 15:19 / Autor: Redação / Fonte: PRCEU USP

Teatro da USP recebe dois espetáculos que abrem temporada 2019

Meia-meia e Roda Morta são encenados até fevereiro


Crédito: João Maria

Meia-meia é uma livre adaptação do romance O anão (1944), do sueco Pär Lagerkvist, ganhador do Nobel de Literatura em 1951. A peça, que trata da busca pelo poder e o lado mais mesquinho e sórdido do ser humano, é o primeiro monólogo do ator Luís Mármora, que também idealizou a montagem, com direção de Georgette Fadel e Juliana Jardim.  A montagem fica em cartaz de 18 de janeiro a 24 de fevereiro, com sessões às sextas e sábados, às 19 horas, e domingos, às 18 horas.

Já de 24 de janeiro a 3 de fevereiro, a companhia Teatro do Perverto traz Roda morta, seu terceiro espetáculo, com texto de João Mostazo e direção de Clayton Mariano, ator e diretor do grupo Tablado de Arruar.

A companhia pesquisa as psicopatologias sociais, violência sistêmica e ação política, e se concentra na criação dramatúrgica autoral e na atenção e treinamento para o trabalho de atuação.

A peça traça um panorama histórico farsesco do Brasil desde a época da ditadura – trabalhando com clichês do período como luta armada, perseguição política e violência de Estado – até a crise atual. As sessões são de quinta a sábado, às 21 horas, e domingos às 20 horas.

Sinopses e Fichas Técnicas

Meia-meia | O anão Meia-Meia é um terrorista que conta, com humor mordaz, o que acontece nos subterrâneos do Palatz, seu amor pela guerra e como, completamente atrelado a seu Printz, ele conduz à desolação a família real, seus aliados e toda a gentalha do reino.

Ficha técnica

Idealização e atuação: Luís Mármora / Direção: Georgette Fadel e Juliana Jardim / Iluminação: Aline Santini / Direção musical e trilha original: Luiz Gayotto / Cenografia e figurinos: Silvana Marcondes / Cenotécnico: Isaac Tiburcio / Assistência de adereços: Natalia Telles / Confecção de figurinos: Ateliê Judite de Lima / Envelhecimento de figurinos: Foquinha / Operador de luz: Pajeú Oliveira / Registro fotográfico: Zeca Caldeira / Projeto gráfico: Sato do Brasil e Murilo Taveira – CasaDaLapa / Assessoria de imprensa: Pombo Correio Assessoria de Imprensa / Assistência de produção: Carla Gobi e Adolfo Barreto / Direção de produção: Pedro de Freitas - Périplo Produções / Coordenação e produção: Luís Mármora - Marmorhaus Produções Culturais

Roda morta | Na trama, um grupo de militantes deslocado no tempo decide sequestrar um ex-torturador que está em coma em uma clínica para pacientes com Alzheimer.

Ficha técnica

Texto: João Mostazo / Direção: Clayton Mariano / Elenco: Biagio Pecorelli, Felipe Carvalho, Ines Bushatsky, Mariana Marinho e Pedro Massuela / Direção de arte e produção artística: Lídia Ganhito e Maria Rosalem / Direção musical: Gabriel Edé / Cenografia: Fernando Passetti / Realização: Cia. Teatro do Perverto/ Produção Executiva: Gilberto Ferreira e João Mostazo / Assessoria de imprensa: Márcia Marques - Canal Aberto Eventos e Assessoria de Imprensa

Texto Sandra Lima | Foto João Maria (Meia-Meia) / Karina Lumina (Roda Morta)

Serviço

Meia-meia (adaptação do romance Anão do sueco Pär Lagerkvist)

Onde Teatro da USP - Sala Experimental Plínio Marcos

Quando | De 18 de janeiro a 24 de fevereiro | sexta e sábado, 19 horas, e domingo às 18 horas

Classificação | 14 anos

Duração | 70 minutos

Quanto | R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada) / Venda de ingressos online - Sympla (https://goo.gl/fcx3KG) - preço promocional R$20 e na bilheteria do Tusp - Duas horas antes das apresentações.

Lotação | 30 lugares

Informações | (11) 3123-5222

Roda morta

Onde Centro Universitário Maria Antonia - Sala Multiuso

Quando | De 24 de janeiro a 3 de fevereiro | quinta a sábado, 21 horas, e domingo às 20 horas

Classificação | 16 anos

Duração | 70 minutos

Quanto | R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada) / Venda de ingressos online - Sympla (https://goo.gl/fcx3KG)

Lotação | 72 lugares

Informações | (11) 3123-5222

Endereço | Rua Maria Antonia, 294 – Vila Buarque – São Paulo, SP (próximo às estações Higienópolis e Santa Cecília do metrô)

Comente aqui