Data: 24/05/2019 14:40 / Autor: Redação / Fonte: Cultura Inglesa

Espetáculos de dança do Cultura Inglesa Festival exploram vertentes do rap e pop

Apresentando mixagens entre instrumentos típicos da cultura africana com beat de rap britânico, e releitura de clássico pop de John Lennon, espetáculos lançam olhar sensível a temas atuais


Espetáculo: Slowsoul
Espetáculo: Slowsoul

Crédito: Maria Tuca Fanchin

O Cultura Inglesa Festival anualmente novos projetos brasileiros inspirados em arte e cultura britânica do Reino Unido. Por meio de um edital público, a curadoria do Cultura Inglesa Festival selecionou dois espetáculos de Dança inspirados na música pop britânica para a 23ª edição do Festival, que acontece de 24 de maio a 16 de junho em São Paulo. Em cartaz na sala Cultura Inglesa do Centro Brasileiro Britânico, as apresentações têm ingressos gratuitos.

De 30 de maio a 02 de junho, o espetáculo "Slowsoul", lança luz à temas que ainda são atuais, como declínio cultural, medo de intimidade e relações amorosas, assim como o lugar dos negros e das mulheres na sociedade. Um projeto de criação de dança baseado no conceito da desaceleração, uma experimentação da dança contemporânea com a linguagem corporal das danças urbanas a partir do estilo "Jookin Dance", que é um dos estilos que se desdobrou do chamado "Gangsta Walking", caracterizado pelas suas movimentações lentas e explosivas com a finalidade de criar ressonâncias poéticas corporais que emergem das suas relações com a rua das cidades onde vivem os negros nos EUA.

A trilha sonora é construída em parceria entre o artista Allyson Amaral e as percussionistas Jackie Cunha e Beth Beli, integrantes do Bloco Afro Ilú Oba de Min. A proposta musical é uma mixagem de instrumentos percussivos utilizados no próprio bloco, principalmente o Djembê, com equipamentos eletrônicos criando um processo de experimentação entre eles, inspirado no álbum "Maxinquaye" do rapper britânico Tricky.

Nos dias 06 a 09 de junho, o espetáculo "Imagine" convida o público a pensar até onde a imaginação pode nos levar, como pulso e impulso dentro da sociedade em que vivemos. Concebido por Beatriz Sano e Julia Rocha, o espetáculo se apresenta como uma camada não verbal ativada pela letra da música de John Lennon. A poeta Angélica Freitas e o artista visual Fabio Morais foram convidados para criar um texto para a obra inspirado na letra da música e indagados pela pergunta "como seguir imaginando dentro do contexto atual?".

A criação surge por uma de promover uma experiência sensível e poética, e lançar no horizonte um espaço de reflexão, uma abertura para provocar o sensível e promover um espaço em que as pessoas possam se desarmar de suas certezas e se abrir às delicadezas do mundo.

Para a repórter de dança e colaboradora da Folha de S. Paulo, Iara Biderman: "Aqui, e em qualquer parte do mundo, toda forma de incentivo e patrocínio é fundamental para a dança. E a dança, como toda a arte, é fundamental para o mundo. Hoje, mais do que nunca neste país, precisamos de editais como o do Cultura Inglesa Festival, uma oportunidade cada vez mais rara para novas criações, novos artistas e novos públicos. É um espaço de apostas, claro, mas arte também é isso, apostar, arriscar."

Completam o time de curadores de dança do edital da Cultura Inglesa, a coreógrafa, bailarina e especialista em Arte e Comunicação pela Faculdade Paulista de Artes, Yaskara Manzini; e Leandro de Souza, Bacharel em dança e Mestre em Artes da Cena pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas.

Os ingressos dos espetáculos de dança poderão ser retirados uma hora antes de cada sessão, na bilheteria do local. A programação completa do 23º Cultura Inglesa Festival está disponível no site www.culturainglesasp.com.br/festival.

SERVIÇO – ESPETÁCULOS DE DANÇA DO 23 º CULTURA INGLESA FESTIVAL

Local: Sala Cultura Inglesa do Centro Brasileiro Britânico

Rua Ferreira de Araújo, 741 - Pinheiros, São Paulo – SP

Entrada gratuita: Distribuição de ingressos 1h antes do espetáculo (sujeito a lotação)

Estacionamento tarifado no local

Slowsoul

Data: 30 de maio a 02 de junho

Horário: De quinta a sábado às 21h, domingo às 19h

Duração: 50 minutos

Classificação: 14 anos

IMAGINE (leia em português)

Data: 6 a 9 de junho

Horário: De quinta a sábado às 21h, domingo às 19h

Duração: 45 minutos

Classificação: Livre

FICHA TÉCNICA:

Slowsoul

Concepção, direção e performance: allyson amaral

Colaboração artística e dramaturgia: ana dupas

Concepção de trilha sonora: beth beli e jackie cunha

Concepção de luz: fernando melo

Concepção de figurinos: alex cassimiro

Colaboração artística nas aulas de danças urbanas: Cia Fusion de Danças Urbanas

Produção: Isis andreatta

IMAGINE (leia em português)

Concepção: Beatriz Sano e Júlia Rocha

Criação e dança: Beatriz Sano, Eduardo Fukushima, Isabel R. Monteiro e Júlia Rocha

Música: Gustavo Galo

Luz: Laura Salerno

Som: Miguel Caldas

Convidados a imaginar: Angélica Freitas e Fabio Morais

Desenho de página: João Reynaldo

Participações especiais.

Comente aqui